Mile Dias

Grupo: 509-E
Álbum: Depois de Cristo
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Vixi truta o barato é loko, mile dia mile ano e nois vagabundo,
Mais ae num teim mais nada pra bebe naum

Dexter:

Pega as taças eu sirvo o vinho
Senta ai deixa o som no pianinho
Da uma olhada nisso tudo aqui de cima
Puxa prende solta sente o clima
Temos de sobra o que não tem no morumbi
Calor humano eu gosto disso aqui
Nossa infância foi da hora o neto
Eu lembro bem, quem viveu, viveu sabe muito bem
Sabe muito bem, mó saudade do neném
Do jeva, do tato, da sônia, o zezinho, a preta, o pato
Nos becos e vielas era aquilo mo correria
Vários pivetes brincando todo dia
Eu na cela, policia ladrão, rouba bandeira, bolinha, pião,
Nos dias de feira então só alegria
Pra come pastel ate carreto eu fazia
Na cede tinha uns baile, um samba de mesa,
Eu era pivetão mais já colava com as princesas,
Na quadra lá de cima já joguei muito futebol (nossa que calor)
O destaque era o sol
Minha mãe ficava loka, ficava ate umas horas
Eu deixava de almoçar pra fica batendo bola
É vai vendo só ser criança é ser feliz
Eu sinto mó saudade de umas fitas que eu já fiz

Relembra é viver
Esquecer é morrer

Ta vendo a creche ai do lado
Oito anos atras foi a promessa de um deputado
Demoro mais chego tá ligado
Entregaram as chaves o ano passado
Só sarcástico da vontade de rir
É muita podridão irmão diz ai
Eles promovem o amargo da miséria o fel
Minha bronca com esses putos vai alem do papel
É afro-x pro se vê como é
Essas fitas é aquilo mais a gente tá de pé
Firmão na fé mostrando como que é
Pra disposição pro que der e vier

Afro-x:

É nois vagabundo pode aposta
Olha daqui de cima me faz recordar
Nascemos em 73 a mesma geração
Depois curtimos junto a era função
Se lembra trutão, eu fazia vários planos
Se jogador e se pã joga no santos
Infelizmente o destino não quis
Mesmo com os percalços me sinto feliz
Encontrei a mulher digna do meu amor
Tenho 3 filhos lindos e do mo valor
Era eu vc o tedi e os cara botando pânico na área

Relembra é viver
Esquecer é morrer

Nascer crescer viver e morrer
O tempo passa e a gente nem vê
Ontem um pivetinho fazendo travessuras
Sem cansa corria descalço pela rua
A gente só pensava em come doce e zua
São os momentos bons que a vida nos da
Nossa goma era humilde igual a família
Três cômodos mal acabado de alvenaria
Em minha mente fico eternizadas lembranças
Meus pais curtiam o trio esperança
Na vitrola rolava muito som black
Tim maia, cassiana entre outros flashback
O calor disprogrediu oh de uns tempo pra ca
Hoje tem saneamento, praça pra brinca
No nosso tempo lazer era os campinhos de terra
Soltar pipa carrinho de rolimã e pega-pega
Faz mo cara, mais sinto mo saudade
Porque hoje a pivetada é rodeada de maldade
O progresso trouxe guerra e muita ambição
Vários truta de infância viraram ladrão
Ainda bem que tamo vivo pra poder contar
Porque os tempo bom sempre é bom relembrar

Relembra é viver
Esquecer é morrer





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

509-E





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form