Coisas Que Sempre Quiz Dizer

Grupo: Aborigine
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Coisas que sempre quis dizer
Papais e mamães prematuras continuam a calcular
Preço, custo, despesa, que uma vida lhes trará
Adolescência perdida, preconceito, sufoco
A solução é bem simples. Assassinato não! Aborto
É fácil imaginar o pulso acelerado o medo
Tentativa de fuga da haste, do esquartejo
É fácil imaginar um tubo sugando a massa cerebral
Vida corroída por substancia que contem sal
Hoje em dia é inválida essa dádiva divina
Com conseqüências brutais o viver se assassina
A criança que faria sorrir espera o lixeiro
Para ser incinerada e não pra ir pro berço
Foi o anjo que partiu, olhar não reluziu
Pois seria um dos 26 que morrem entre mil
Quem comete isto não foi nascido, foi tirado de um tumor
São os monstros pegajosos que Holywood não mostrou
Eu sempre quis dizer onde o preconceito nasce
A boneca não é preta, criança penteia uma Barbie
Homem, mulher. Branco, negro. Abismo nos salários
63% dos pobres, negros e pardos
Porcentagem atingida pelos residentes de Brasília
Que em 12.720 os salário fixa
Sempre quis dizer sobre você que permanece calado
Diante dos camponeses assassinados e do trabalho escravo
No Pará, do tribunal internacional sou o júri popular
Condenando FHC culpado por Eldorado dos Carajás
A justiça esqueceu, eu sei que seu mandato acabou
Mas para as famílias camponesas restou a dor.
Infelizmente motivos não faltam pra eu escrever
Coisas que sempre quis dizer. 4x
É a igualdade social que preocupa as classes altas
Como se vê no não apoio a reforma agrária
Isto se é notado quando fazendeiro criam milícias armadas
Pois tem medo de perderem seu peões e suas enxadas
Ganância patrocinada por robozinhos de gravata
O tal da ética à deputada agride, ofende, maltrata
Pois ao saber do erro na casa
A verdade doeu, a pactuação saiu cara
Sempre quis dizer minha arma é minha cultura
O exemplo mais claro de que um filho teu não foge a luta
Sou a favor da greve, do protesto, da queima de pneus
Mesmo que atrasem o caminhar dos meus e do seus
Pois sei que é fácil discordar quando se está com estômago cheio
Que é difícil se calar quando a desrespeito aos seu direitos
O futuro a Deus pertence. Não corra por seus objetivos
Frase burguesa capitalista que financia seu conformismo
Capitalismo. Muito perigo, não injete em seus organismo
Beba coca cola diariamente e em uma década estará com câncer maligno
Ursinhos constantemente são entregue as namoradas
Na fauna brasileira não existem, não vejo pelúcias de araras
Você parou pra pensar no que falei na última rima
Notou que não fala eu te amo, mas i love you pra sua mina
500 anos de invasão, dominação exercida pelo FMI
Vamos resitir, ao invés de inglês nas escolas que se ensine o Tupi.
Infelizmente motivos não faltam pra eu escrever
Coisas que sempre quis dizer. 4x
Marcus Aurélio Dantas da Silva





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Aborigine





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form