Fora Quem Usa

Grupo: Ao Cubo
Álbum: Respire Fundo
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Brasil, conhecido como terra tropical, onde tem mulher bonita, futebol e tal,
alegria, folia a reveria carnaval, garotas nuas nas ruas, o que é normal virou cultural
e a fantasia é real, depois a miséria total, país de terceiro mundo todo desproporcional
onde sempre teve um mal líder governamental, moeda nacional lá em baixo o real

no sudeste, no leste tem temporal, no norte, e nordeste calor infernal
tem gente que mora mal em casas feitas com sobras de pau, consideradas subsolo na classe social
é sustentado o ano inteiro com farinha, água e sal, e que é pros futuros brasileiros mal tem um leite maternal
e os ricos que ficam mais ricos com a corrupção fiscal, dão donativos no natal pros corrompidos na cara de pau

e a imagem do país mais belo em tudo, Brasil, é destorcido em todo o mundo (é quente) que é frio irmão
levante a cabeça na moral e cresça por degrau em degrau, por um Brasil legal, não se esqueça e vá a mil pra que não apodreça
Tire a roupa do varal que em breve vem temporal, cê tem a moral, de não jogar lixo na rua pra que diminua as enchentes no jornal
Faça isso também, vá mais além e volte a estudar tá legal, seja na vida alguém peça ajuda de Cristo que fica mil grau

Trabalhe, não tem trampo, cobre isso do governo atual, mas não roube, não parta pro crime porque o regime é bom o escambal
Não quero que ligar a TV e vê você no jornal, tomando uma lição de moral do repórter policial
E vendo tudo isso no meu pondo focal, vejo que a base do problema é espiritual


Refrão
O quê você tem feito pra, mudar o seu país pra melhor ficar
O quê você tem feito pra, Mudar o seu país pra melhor

Primeiro mundo é ouro, segundo mundo é prata, o bronze vai pro país que não é chamado de pátria
Jure a bandeira, ame o Brasil na copa, se emocione pelo hino, chore, seja patriota
Morra pela pátria, mas morra pelas costas, trairagem, invadiram sem negociação, sem troca
Agora se entupa de hambúrguer em fast-food, com muito catchup, consuma hollihood

Aplauda o Buch, vamos, vamos continue, CD, filme, but, não é assim que você curte?
Vamos lá, é assim, cê não quer que o Brasil mude, mande seu real, pros gringos, depois se junte
Com a nossa gente que até a velhice doente trabalhou a vida inteira honestamente
Mas não se lamente, não existe o inocente, é questão de oportunidade, imagine a mente

Do antigo presidente, que secou a conta da gente, é a mesma do prefeito, que rouba e faz mau feito
Ë a mente com defeito, do povo brasileiro que quer ser mais esperto e ficar com mais dinheiro
No fim da tudo errado, perde tudo até o respeito, quem se acha esperto é o mais bobo não tem jeito
Tem que aprender direito, indico que aprenda alguma coisa com efeito, com o presidente eleito

Inculto, analfabeto, responda quem por perto, fez uma campanha que atingisse outro império
Claro, fome zero ah fala sério, o óbvio, o simples antes era um mistério
Tava tudo combinado na bíblia em alguns versos, daí de comer para quem tem fome isso é velho
Chega de lero, lero, corrupção zero só vai mudar o país, com o poderoso evangelho

Refrão

Em terceiro plano fica o curso universitário, me mostre o salário que alcance e seja pário
Uma família de três filhos e a prestação do armário, some mais o aluguel, transporte, rango, roupa, luz
Pague a mensalidade e todos andarão nus, faculdade é pra alguns por isso que eu vejo uns
Inadimplentes, caloteiros, que sonham em Cancum, fazem um cruzeiro sem miséria e economia

Pular de ilha em ilha, turismo todo dia, mergulho, jetsk, água de coco, isso é vida
Goma própria com piscina, com lareira pra família, mas não, isso é sonho, tão longe quanto a China
E por isso nas esquinas circulam lindas meninas, que se entregam a estranhos sem amor a própria vida
Silicone, cirurgia, barriga a lipo aspira e tira cérebro, vergonha e põe ganância e fantasia

Dinheiro desse jeito é capim é de mentira, entregue o coração, a alma a eternidade por um dia
O que mais explica, corrupção dos polícia, se não o rolex e o rolê na Suíça
E toda admiração pra sujeito ladrão, só pra lavar o chão com muito sangue em vão
Sei por que rouba, só não consigo entender toda revolta que assola sua volta

Porque matam pessoas, curioso, me choca, vejo crianças morrendo, estupradores de filha
Quem lhe deu o direito dessa anomalia, matéria quanto mau que o nosso povo cria
Aqui onde o puro amor não tem valia, onde o mau se afia e o bem entra em fria
Pensa que o bem se dana pensa que a Deus engana, o que você tem feito pra mudar essa lama

Chega de por a fama no governo, sem drama arregace a manga seja homem ou dama
Seu filho também sangra, agora é cê que manda, prepare o país pra ele e esquenta sua cama
O que você tem feito pra mudar, não se lembra, o país vale a pena, embora o pão seja caro
e a liberdade pequena, a solução não é dilema é o Senhor dos Senhores, Jesus Cristo ser o lema

Refrão





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Ao Cubo





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form