Contagem Regressiva

Grupo: Apocalipse Urbano
Álbum: Quem Não é Contra Nós, É Por Nós
Ouça o som:   tocar tocar tocar



[refrão]
Contagem regressiva
contagem regressiva
contagem regressiva
contagem regressiva

Pânico, desespero, agonia, choro e correria
Periferia chora na contagem regressiva
A vida é um jogo que a morte desafia
Os gritos de terror se tornam a trilha sonora
A mãe que ontem sorria
Infelizmente hoje chora
Viciados carimbando o passaporte para o inferno
Sua casa é o caixão, a sua quebrada o cemitério
O ódio no olhar é o sentimento que restou
A miséria é a sentensa que o demônio decretou
O ar puro não existe
O aroma é a carniça
A ratazana comendo a bola branca dos seus olhos
O sangue de inocentes escorrendo pelo asfalto
Aqui quem é esperto, come sempre de olho aberto
Está ligeiro com o pilantra que está sempre por perto
Olhos arregalados
Quem vê vem assustado
Pois sabe que é o perfeito candidato a ser finado
O rei aqui é o craque, e a rainha é a farinha
E o povo pobre é o herdeiro de toda patifaria
Periferia chora na contagem regressiva
Chora periferia na contagem regressiva

[refrão]

A vida abre mão
E é executada
Deu mancada, ouviu disparo
Não dá mais tempo para nada
Poeta pobre de luto
Não mais um defunto
O cortejo é interrompido
Numa fração de segundos
Mais uma mãe que desmaia diante de tanto absurdo
E diz para Deus que não aguenta mais esse mundo obscuro
Por que que tanta maldade nos segue a toda momento
Será que é o fim ou o início, mano
Do grande tormento
Eu não entendo mais tenho convicção de que o tempo
Piora a cada segundo
Piora a cada momento
Eu lamento
Por todas as vidas disperdiçadas
Pos todas as pessoas que foram assasinadas, jogadas, tratadas como se fossem bicho
Achadas num matagal, se conparado ao lixo
Eu canto o que vivo, não se espante amigo
Apocalipse Urbano, um forte raciocinio
Relatando o que acontece com você e comigo
A cada segundo que passa, a cena se repetindo
Nossos irmãos vão para a vala, e o diabo está rindo
Enquanto eu choro você está se divertindo

[refrão]

Periferia esquecida, abandonada, sofrida
O submundo do crime e o desafio da vida
Uma lágrima escorre, mais um mano que morre
Pois a morte não escolhe
É hora de decidir
A violência aumenta
Essa é a única tendencia
Preserve a sua vida, use a inteligência
Periferia chora e pede clemencia
A ausência de Deus é a razão de tudo isso
Vire as costas para o seu dique, continua no abismo
Junto com o seu egoísmo
Achando que o oitão é o seu melhor amigo
Se esquece da paz que está em Jesus Cristo
Precisava abrir seus olhos, acordar o seu raciocinio
Chegar até você bem antes do tiro
Leva a sério o evangélio de Cristo
Pois não é rebolando que se prega o insentivo
Deus estende a mão, o diabo pucha o gatilho
É tudo com você, escolha o seu caminho
Escolha o seu caminho
É, é tudo com você sangue bom
Escolha o seu caminho

[refrão]





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Apocalipse Urbano





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form