Vê Bem!

Grupo: Artigo
Álbum: Libertação
Não há video para essa música



1ª Parte:

Toma cuidado tio, que a guerra começou,
Soldado adversário falsário já se armou,
Sem essa de as "FARC", "Al-Qaeda", "Camorra",
Eles querem sangue de inocente, querem que se morra,

Tá cheio de tira, a gente tá na mira,
Sniper tá lá em cima, um passo falso ele atira,
Dispara, aparentemente sem motivo,
Mas ele só tá lá pra cumprir o objetivo,

-"Mas que porra é essa mano?". Cê sabe!
Um irmão me ligou, disseram que eles têm refém,
Ou a gente se entrega ou irmão já era,
Um deles me espera e quer me levar também,

Eles alegam que a gente tá com a criminalidade,
Só por nossa causa que tem marginalidade,
Porque a gente usa RAP como cultura,
No morro traficante faz papel da prefeitura.

Refrão:

A lei pede o bem, que bem? Vê bem,
Não veem, não tem, não sabem nem,
O que a gente passa, então vê bem!
Pobre é bem mais que cadeia e FEBEM.

2ª Parte:

Novo dia amanheceu e eu ainda tô aqui,
Observando o movimento há 2 dias sem dormir,
Defendo nossa causa da imagem que eles têm,
Achar que todo pobre só merece cadeia e FEBEM,

Professor desmotivado, salário mínimo,
Povo desempregado, 157 é ensino,
AK 47, ninguém paga de pose,
Meninos tão no 12, as vezes tão de 12,

Sem dá close pra TV, na cintura de pt,
O culpado não seu, o culpado é você,
Que desvia verba da educação, favela, morro,
Agora que a bomba explode vai pedir socorro?

Quer botar culpa na gente por que a gente não tem voz?
Então a gente fez o RAP pra poder falar por nóis!
Quer gasta uma bala, gasta, age na maldade,
Cê pode matar as pessoas, mas não a verdade!!!

Refrão:

A lei pede o bem, que bem? Vê bem,
Não veem, não tem, não sabem nem,
O que a gente passa, então vê bem!
Pobre é bem mais que cadeia e FEBEM.

3ª Parte:

Quanto sangue escorreu? Quanto irmão morreu?
IBGE é só um número, a dor é de quem perdeu,
Se mais uma mãe chorar, não comove coração,
A gente só é visado quando chega a eleição,

Sem essa de promessa, chama o negociador,
Senão a sociedade vai ter dias de terror,
Vocês levam álcool pra favela, pra nossas crianças,
Matam inocência, torturam nossa esperança,

Mão de obra infantil, linha de produção,
Você parado, sentado vendo televisão,
Achando que o mundo vai mudar sem você mudar,
Não dá mais pra falar, começou a invasão,

Os homi já grita: -"VAI, VAI, TODO MUNDO PRO CHÃO
DIZ QUEM É ARTIGO E POR QUE LIBERTAÇÃO?
QUAL ARTIGO CÊ TÁ?" É tarde pra entender,
Pergunta pra favela que ela vai te responder!

Refrão:

A lei pede o bem, que bem? Vê bem,
Não veem, não tem, não sabem nem,
O que a gente passa, então vê bem!
Pobre é bem mais que cadeia e FEBEM.
(Artigo / Zinho)





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir

Veja mais letras e videos de

Artigo





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form