Ladrão Também Chora

Grupo: BelaDona Rap
Álbum: Por Amor as Moedas
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Ladrão também chora
Deus derrepente me veio a vontade de desabafar
Tenho tanto a contar eu tento gritar
Quem vai me escutar? deixa pra lá
Eu queria me abrir dizer tantas coisas
Tudo oque ta se passando aqui dentro comigo
Só me sobrou a noite de abrigo
É na verdade nessa madrugada
Eu me sinto tão só sei lá
A espera de alguém que eu sei que não vem
Com quem conversar
Andei procurando meus manos
Não encontro ninguém
Descobri que eu queria mesmo te dizer
É já faz uma cara,não lembro não oro
Não troco um idéia só eu você
As lágrimas caem são quentes
Procedem da alma e ah fogo queimando
Uma parte de mim deseja lutar
Mas a outra chorando,chorando
Deus o mundo o crime as drogas
Nas trevas a vida afunda
Seu filho um soldado ferido
A ferida é muito profunda
Tenho culpa confesso eu sei que errei
Mas agora estou pronto a me arrepender
Bandido agora,ladrão também chora
Tenho muita dor,treta a resolver
Mesmo estando com o coração sujo
Eu preciso desabafar contigo
Eu sei,eu sei não vai me deixar falando sozinho
A noite é longa meu único amigo
Da esquina sombria,cachorros uivando
Grito,tiro,sirene,o céu observando
Ouço uma voz me chamando
Valeu pela preza senhor tamo conversando
Eu caí mas levanto,não sei até quando
Pranto,preso nos erros me sinto um detento
Ah muito tempo mas prisão perpétua,não quero pra mim
Abaixo a cabeça sem me envergonhar e ajude a sorrir
Senhor qualquer dia desse,vesse passa por aqui
Deus me dê outra chance,oportunidade,dignidade
Eu tenho um sonho,um sonho de verdade
Mas se chegar minha hora aqui
Porém me perdoe aí vou feliz por voltar a dormir
Voltar a dormir
Ouve oh senhor aqui
Ladrão também chora antes de dormir
Sonhou ser um bandido a mais foi o fim
Mas eu mano sobrevivi
Parte 2
Daí de cima eu sei tudo observa
Minha alma escura agora ah uma vela
Na jaula prendeu minha fera
No quarto fechado ah uma janela
Sonhava desde criança eu só queria um brinquedo
Mas do malvado da escola todo mundo tem medo
Quanto vale minha vida a alegria de volta
Ah muita guerra,treta ,revolta
Eu pergunto me dê a resposta
Oque fazer o meu ser precisa entender
Precisa saber
A vida é uma aposta entre o bem e o mal
Me mostre o sinal
Qual é o caminho me indique a porta
Maldido,abençoado,profano,sagrado
Absolvido ou culpado
Nesse momento será que é o fim
Sinto uma guerra bem dentro de mim
Que está disparando veio tão derrepente
Eu sei não fui eu não tem bala no pente
É tanto ódio enlouquece minha mente
Tem horas que não consigo ser forte não dá
Os meus olhos não cessam de chorar
Sinto meu corpo pesado bem aventurado
Todos os que choram serão consolados
Afaste de mim os inimigos que tentam me derrubar
Não faça dinovo minha mãe chorar
Mantenha a consciencia do mano tranquila
Mesmo se for condenado
Se o muleque chegar a pirar
Sei que deus você vai ta do lado
Sonham com o crime acordam na prisão
Na febem ou no caje é a mesma decepção
Não entre nessa,não tenha pressa
A morte te engana quando lhe enteressa
Verdade em cima maldade no chão sangue de ladrão
Blasfémia,injúria,deus deu perdão
Rasgou minha alma e o coração
Citaram-me algo que impacta,esmaga
No peito crava só o poder da tua palavra
Ilumina meu fim vem deus cuida de mim
Estou tenso,assustado,uma lágrima rola
Ladrão também chora uma lágrima rola
Ouve oh senhor aqui ladrão
Também chora antes de dormir
Sonhou ser um bandido a mais foi o fim
Mas eu mano sobrevivi
Parte 3
Apesar do meu sorriso que eu não sei ficar sem
Muita fome da palavra e sede por justiça também
Um sonho desde criança me diz que é que não tem
Tento me manter firme diante de tais situações
Meu mundo está pequeno,portas fechadas
De todos os lados diversos motivos razões
Um salve a minha mãe sem nunca permitir que eu desista
Me dando forças pra lutar e que na vida eu insista
Periferia é uma guerra e eu sou um soldado
E sentinela na favela em tudo eu to ligado
Pois só lutando com jesus to fortemente armado
Que dê bandido bom o inferno tá lotado
A alma tem valor se é santo ou terrô
A salvação não se compra o finado vacilô
E o tempo come o tempo uma semente cresce aqui dentro
Se estende ,intensamente o corpo sente,é inocente
O coração acelerado,dispara,dispara
Para,não para
Um movimento sem forças não me faz caminhar
Mas a dor é mais forte
Mas mesmo fraco eu nunca vou me entregar
Pela manhã logo cedo tento vencer os meus medos
Por fora um olhar um gesto de paz
E dentro a verdade oque a ferida interna me faz
O crime quer nos transformar num pesadelo medonho
Mas sem trair jesus nem mesmo por um sonho
Não perdi a minha fé, e a fé não vai morrer
Bandido no céu não tem e eu sei que assim vai ser
Deixei me envolver deus disse meu filho não vai
Desculpe oh pai nunca quis ouvir ninguém
Resultou um coração ferido
Mesmo com o corpo todo marcado me aceite como um filho
Talvez seja minha última prece
Em meio a tanto sangue derramado pai
Qualquer dia desse amigo, a gente se encontrar vai
Será que chegou minha hora pensei está tudo perdido
Semblante frio estilo cabuloso pra que?
Se ladrão também chora e clama por você
Mas se chegar minha hora aqui
Porém me perdoe aí vou feliz por voltar a dormir
Voltar a dormir
Ouve oh senhor aqui ladrão
Também chora antes de dormir
Sonhou ser um bandido a mais foi o fim
Mas eu mano sobrevivi





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

BelaDona Rap





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form