Cambio Negro

Grupo: Câmbio Negro
Álbum: Câmbio Negro
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Batera, baixo, guitarra, scratches e vocal
Câmbio Negro na parada, Rap Nacional
Porrada em cima de porrada, trampo consciente
Não tem a manha, sai voado,
aqui a parada é mais quente
Um verdadeiro petando em suas cabeças
Na cara dos otários um cruzado de direita
Aonde vamos, nosso som tá rolando no talo
Tenho certeza do que digo, por isso não me calo
Anos e anos de estrada
milhares de cópias vendidas
Vários showns sem receber,
noite de sonos perdidas
Elogios, tapinhas nas costas, sem pagamento
Muitas vezes com fome e frio ao relento
Som vetado nas rádios, sacaneados pela mídia
Entrevistas em jornais às vezes distorcidas
Preocupação com a pronúncia temos a cada instante
Ainda assim somos chamados de ignorantes
Obrigados a ouvir que Rap não é música
Pagando pra tocar, viajar às próprias custas
Holtelzinho fuleiro, o jeito é encarar
Sorte quando há amigos pra nos hospedar
Quem tá no meio da música sabe o que é isso
Sabe também que tocar tá no sangue, virou vício
Boicotes, ameaças, querem nos pôr medo
Sem chance, não tem jeito, somos Câmbio Negro
O bom guerreiro não foge da luta,
não vamos pedir arrego
Somos Câmbio Negro, Câmbio Negro
O brasileiro é acostumado com a batalha
e dela não temos medo
Somos Câmbio Negro, Câmbio Negro
Onde passamos e tocamos tentamos fazer amigos
Saindo sempre com a certeza do dever cumprido
Dia após dia, semana a semana, mês a mês
Batalhando honestamente
até chegar nossa vez
Nossa vez de sermos bem tratados, reconhecidos
Venerados, odiados,
respeitados pelos inimigos
Alastrar nossa idéias, acumular conhecimento
Sempre tentar pôr em prática
nossos pensamentos
Tentar aprender cada vez mais com cada um
Unir, multiplicar um denominador comum
Nos palcos da vida
desempenhar bem nosso papel
Curtir o sabor das vitórias doces como o mel
Pois DEUS está sempre conosco
Não são palavras ao léu
Nos defendemos e orientando com sua destra fiel
"Envergonhados e confusos os que se indignam conosco
Saberão o que é estar no fundo do poço
Reduzidos à nada perecerão
caindo em sua própria armadilha"
Versículos 09 à 11, Capítulo 41 Isaías
O bom guerreiro não foge da luta,
não vamos pedir arrego
Somos Câmbio Negro, Câmbio Negro
O brasileiro é acostumado com a batalha
e dela não temos medo
Somos Câmbio Negro, Câmbio Negro
É isso aí, somos Câmbio Negro e não vamos parar
Podem tentar constantemente, não vão nos calar
Periferias do Brasil, testemunhas oculares
De que chegamos pra tomar posse de nossos lugares

O bom guerreiro não foge da luta,
não vamos pedir arrego
Somos Câmbio Negro, Câmbio Negro
O brasileiro é acostumado com a batalha
e dela não temos medo
Somos Câmbio Negro, Câmbio Negro





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Câmbio Negro





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form