Salve

Grupo: Código Fatal
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Oh Pátria amada, idolatrada, Salve, salve, salve, salve
Oh Pátria amada, idolatrada, Salve, salve, salve, salve
Viver, Vencer procurar nos corações uma razão pra viver
Se querer é poder então lute pelos seus sonhos faça ele acontecer
Quem irá me escutar pare para pensar que cada vez mais as dificuldades vem pra nos testar
Então levante-se, vamos lutar porque o tempo tá passando não podemos fraquejar
Ei Lakers se pensa assim, se eu não fizer a mim quem vai fazer por mim
Tantos anos de sofrimento e no balanço da jangada vi quem tava dentro
Vários por aqui testaram minha Fé, agora estão vendo truta qualquer
Em meio a tretas, ilusão, podridão, pouca humildade e pouco perdão
Seja bem vindo ao mundo cão, aonde morto você não vale nada não
Uma palavra citada pelo Zelão, tire você a conclusão
Estamos no beco da ignorância onde as crianças não tem mais infância
Debaixo de chuva, debaixo de sol, eles tentam descolar um qualquer no farol
Ai deles se não arranjar, já pode pensar nas pancadas que ira tomar
É assim o dia-a-dia daquele que batalha e sobrevivi na periferia
Oh Pátria amada, idolatrada, Salve, salve, salve, salve
Oh Pátria amada, idolatrada, Salve, salve, salve, salve
No mundo onde vivo com certeza o bicho pega, não dia, não tem tempo não tem hora certa
Morar aqui eu já me acostumei é tiro para todo lado derrubaram alguém, quem?
Aqui meu irmão é cada um por si, mesmo se sei, não sei, se sei digo não vi
A lei aqui o silêncio é um recado se caguetar, já era, tudo acabado
O corpo todo furado colocaram no saco, e com certeza o caboclo não vai ser enterrado
Provavelmente jogaram no buraco pra que aprenda andar com os caras certos e não errado
A lei aqui é dura então preste atenção pra freqüentar a favela tem que ser sangue bom
Bom, bom, bom, bom, bom, e não vacilar nego, com dedo no gatilho pronto para atirar
Aqui está escurecendo, tem tanta gente no boteco, jogando, bebendo, vai vendo
Comentando o que pode acontecer quando o dia cair e a noite aparecer
Oh Pátria amada, idolatrada, Salve, salve, salve, salve
Oh Pátria amada, idolatrada, Salve, salve, salve, salve
Oh Brasil pátria amada querida, terra abençoada semblante ferida
Honra, mérito, só chefe de estado, manto que não avança meio mastro
Cicatriz, mágoa reflete no olhar, aflita independência não vai ecoar
Povo heróico que assim acredita, não foge da luta parte pra cima
Normas contraria muda o conceito, metalúrgico aqui se torna exemplo
Quem aqui pisou sentiu necessidade e quando partiu morreu de saudade
Sonhos na mente sempre sustenta a vitória que em seus braços ostenta
Difícil obter o penhor desta igualdade desafia a morte pelo sol da liberdade
Tempestade, gloria, estão por vir, embalados ao triunfo no alto surgir
Azul do céu, branco como a paz, dos mandamentos que não matarás
Idolatrada, adorada há outras mil, acolhedora feito mãe gentil
Relógio que não para o tempo é curto, somente o rio não muda seu percurso
Gente sofredora apega a palavra do pastor anunciando sua chegada
Gigante pela própria natureza em cada rosto espelha está grandeza
Oh Pátria amada, idolatrada, Salve, salve, salve, salve
Oh Pátria amada, idolatrada, Salve, salve, salve, salve





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Código Fatal





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form