Sonhar Não Custa

Grupo: Código Fatal
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Eu já sonhei dirigindo um importado
Um carro todo preto com o vidro filmado
Rebaixado, pára-choque envolvente
Roda liga leve brilhando mais que os dentes
BMW a marca do possante
Tem teto solar e eu no volante
Duzentos e vinte por hora
Marcava o velocímetro, eu fui me embora
Ahhhhh, só alegria
O MD do carro só rolar nostalgia
Estou cruzando a Norte pela Fernão Dias
Escutando Jorge Ben Cantando ?A Lua é minha?
Viver assim quem não quer viver
Um sapato Italiano, um relógio Cartier , vou dizer
No dedo um anel de longe brilha
Puro ouro, pedra Safira
Por onde passo as mulheres me amam
Não é por mim, mas sim pela grana
No olho da perversa você vê o cifrão
Quer sair com ela, vai, dinheiro na mão
Sábado passado, eu estava em Ubatuba
Comendo fruta eu e as puta
Todas linda pique modelo
Capa de revista daquele jeito
Dinheiro pra gastar só saco de dólares
No banco da Suíça e também em Nova York
Dinheiro traz dinheiro e compra mansão
Carro, Iate, Mulher e Avião, nenão
Só pra gastar nenão, Só pra gastar
Tô de volta de longa viagem
Espanha, Paris, Itália, Buenos Aires
No saguão ela me aguarda
Estilo Hollywoodiana traços da África
Que te viu quem me vê
Mulher é como vinho difícil escolher
Presença marcante por onde passo
Hei Muchacha, ?te gusta me taco??
Sendo assim Deus abençoar
Agradecer sem Ter que reclamar
Ao mundo eu cheguei mais pra curtir
Trabalhar não é, não foi pra mim
Academia e Tennis, nas horas vagas
Jóquei, apostas milionárias
Madrugada sentido ao paraíso
Quem me conhece sabe o que digo
Condomínio fechado, de luxo
Happy hour, isso não é tudo
A recepção é digna de rei
Taça de champanhe, ?como vai o Sr. Está bem??
Já é, como manda o figurino
Quero relaxar que tal uma hidra
Love story, sais e petálas
Mãos macias, massagens nas perna
Tet a Tet, jogo acirrado
Gold pelo corpo levemente perfumado
Que saudade vou ganhar a vida
Criança a noite quando termina
Ostentação são minhas relíquias
Audi, Mercedes, preta, loca, novinha
Dos meus olhos são as meninas
R1, 900, Harley e uma Ninja
Minha estrela fonte de luz
Negão que se preze como eu tem um Lexus
Consumo o que sonho sem exagerar
Na poesia deixo a vida me levar
Onde chego todos me ganham
Celebridade o dinheiro que promove a fama
Mas aí a flor também é nobre
Celebra a vida e enfeita a morte
Sonhar não custa nada
Viver a realidade é outra parada





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Código Fatal





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form