Dez Anos Perdidos Parte 2

Grupo: Condenação Brutal
Álbum: Desarmados e Perigosos
Ouça o som:   tocar tocar tocar



A sombra me persegue, o passado me segue
cicatrizes no corpo trazem transtorno.
alma ferida, esquizofrenia, perseguição mania,
corredor da agonia
Parece que foi ontem, parece que foi hoje
Estou puto, sem nenhum puto, perdi tudo a mulher que me pôs no mundo
O castigo foi justo, Deus é justo, eu fui injusto
um negro trajando luto, confuso, sem rumo
é como eu me sinto, não omito nem minto
Chorar, me emocionar, sorrir, me divertir, coisas
simples assim se afastaram de mim.
O ódio me domina, não controlo a minha ira
imagens refletem na retina.
Me regenerei não sei, só sei qualidades aperfeiçoei.
Olho a face desse homem quantos anos tem, olhei para
mim me acabei, me acabei.
Coração flagelado, sentimento magoado
ainda estou acordado, pensando no amanhã.

E nem sei se vou viver, e nem sei se vai chegar
O tempo é quem vai dizer, dizer o que eu tenho que
saber
E nem sei se vou viver, e nem sei se vai chegar
O tempo é quem vai dizer,dizer o que eu tenho que
aprender.

Vida de um cidadão, emprego, construção
mania de perseguição, frustração
Olhares atentos em mim, eles tem medo de mim
Me recriminam assim:
Eu vim sobre o anúncio de emprego, ainda tem vaga?
Desculpe já foram todas preenchidas!
Tirem suas conclusões alilalau e os 40 ladrões
cadeia pra botões, roubar milhões, motivo de comemorações.
A mão estremece ao lembrar da prece ainda padece
cabisbaixo, capacho do fracasso, tenho o mundo como
inimigo, o desprezo com amigo, sem abrigo, feito um rato rastejando no mato fugindo de pilatos.
Verme sútil, me possuiu, sentiu, sentiu, que arrepio.
Mesmo em libertina eu sinto a fedentina, pouco a pouco me contamina
Como finado, corpo tomado, fedido, mal pago
não tô valendo mais nada
A sociedade me descarta igual a uma nota
velha rasgada.
Jamais falarei: dessa água não beberei
Uma vez presidiário, presidiário pra sempre eu serei
basta estar vivo pra morrer mas eu quero viver
como será o meu amanhecer.

E nem sei se vou viver, e nem sei se vai chegar
O tempo é quem vai dizer, dizer o que eu tenho que
saber
E nem sei se vou viver, e nem sei se vai chegar
O tempo é quem vai dizer,dizer o que eu tenho que
aprender.

Sem essa de digno de dó, não vou conspirar é isso que
eu fui
Mais um bêbado filho da puta e só
Não vou passar por inocente nem aqui, nem no
ocidente
Tô ciente, sofri terrivelmente.
Sonhei com a fama, acordei em drama
toda moral enterrada na lama, tudo tem limite. Consepção da vida admite, o céu é o
limite.
Os heróis temem e mentem e não entendem
que nada é pra sempre.
Maldito homem que confia no homem,
homens que não honram seus nomes
Redimi, admiti, errei sim
Mas sabe lá o que é não ter o que ter pra dar
Mas sabe lá o que eu perdi se vou encontrar, sei
lá. Vida repulguinante dimiliante, fui ignorante.
Nada mais me fascina, nem dinheiro, nem puteiro
Nada mais me fascina a sensação de ser o melhor fui o
pior.
Me fascina a liberdade que eu perdi na esquina
Vou resgatar a alto-estima
Cabeça erguida, cicatrizar ferida
O tempo há de conceder e eu de merecer a reviver.
Estou ferido mais vivo, me recuperando para o próximo
conflito
Sonhos coloridos, esperanças vir
A noite já veio é tarde
Meu filho já dormiu, ainda estou acordado.

E nem sei se vou viver, e nem sei se vai chegar
O tempo é quem vai dizer, dizer o que eu tenho que
saber
E nem sei se vou viver, e nem sei se vai chegar
O tempo é quem vai dizer, dizer o que eu tenho que
aprender.

Esta foi uma história verídica de um homem que
representou várias
A sociedade te deu a arma,
te colocou atrás das grades, agora mesmo em liberdade
te persegue.
O homem sem liberdade é o mesmo que um pássaro
com as asas feridas sem poder voar.

(Eu quero a paz de viver solto
vai dizer que sou, que sou não).





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Condenação Brutal





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form