Alerta Geral

Grupo: Consciência Humana
Álbum: Agonia do Morro
Ouça o som:   tocar tocar tocar



1000 grau o plenário pode ser todo tomado,
Antecipando o fim da burguesia,
O exército não pode tomar conta do cenário,
Ditadura de novo caralho alerta geral,
Favela 100% maioria revolução,
União periferia, Preto Aplick igual situação,
Se destruir, a guerra é pro outro lado,
Sangue A não dá trégua lançada pra aprender a perdoar,
O calibre que fura nosso povo é arma de alta potência,
Não sobra nem o corpo mirado sem clemência,
Resultando um moleque de 14 anos, criminoso, sangue no olho,
Que se arma até o osso e faz a polícia vazar,
O que acontece com aquele homem inteligente que se mata,
Ninguém sabe de nada, ninguém sabe informar,
Pai que puxa arma pro filho, filho que puxa arma pro pai,
Irmãos que se odeiam, vejo manos a se atrasar.
Refrão:
Homens de mente assassina,
Mais uma vez atacam a periferia,
Homens de mente assassina,
Mais uma vez atacam,
Drogas, armas, crime cabuloso.
O regresso ao mundo escuro afunda milhares de jovens,
Não é a falta de sorte, é o poder transformado em nada,
Cilada, escola da química envolvida na madrugada,
Centenas, dezenas que morrem de graça,
O ódio existente destróe a massa todo ano,
Controle de população no topo, soberano,
Será que não existe limite? Veja a força que persiste,
Induzem o cara mais sossegado a ir pro mundo do crime,
A visão do muro escuro trás outro mano que vai visitar,
Seu aliado pela primeira vez no círculo fechado,
Ilhado, desabafo amargo fura,
Ódio encravado 30 anos com andamento,
Passos na linha de fogo dos manos do morro,
Milímetro por milímetro se corroem nos calabouços,
Ás margens da sociedade pode invadir a casa do poder,
Varredura sem nome dos que merecem morrer.
Refrão
A repressão é clara, qualquer expressão é pra ser derrubada,
Os revoltamentos crescem, começam a aparecer, não vão cessar,
O barraco de madeira conforta sonhos e luz no berço,
Sobrecarregando o pai de família que não aceita se entregar pro fracasso,
Filho da puta daquele tiuzinho que ninguém dá nada,
Bala perfeita, uma praga criada que nem a polícia pode se aproximar,
Envolvido na facção, alto escalão,
Descobertos certos nomes tem a guerra poder versus nação,
O rifle pode matar o senhor, a senhora, seu filho,
O preto, branco, amarelo, vermelho que estiver no caminho,
Se eles podem fazer isso com a gente,
Por que não podemos fazer com eles,
Então eu quero que se foda as críticas, censuras e seus poderes,
O regresso não pode chegar, nenhum dos morros têm que encerrar,
Peço paz para todos, periferia, favela,
Pode acreditar o sangue tem que parar de jorrar,
Corrupção que aumenta mais o tamanho da mancha de sangue.
Refrão.





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Consciência Humana





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form