A Lei da Gravidade

Grupo: Consciência X Atual
Álbum: Honra ao Mérito (Disco 1)
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Caiu, caiu mil, na lei da gravidade o que
Subiu também caiu, caiu dez mil,
Na lei da gravidade o que subiu também caiu,
Estou renascendo no extremo do fim
Colecionando o que sobrou de mim
meus inimigos se revelarão
Não não de uma vez, como abrir meus olhos
Diante de tudo, como enxergar falta luz da escuro.
Olhar para quem? Acreditar em quem?
Não vou cobrar lealdade de ninguém,
Outra vez vou seguir minha vida,
Outra vez cicatrizar as feridas.
Decepção, ingratidão, hemorragia e traição
O grande homem suporta, o recomeço é
um passo para a vitória.
Um Passado presente na mente recente o tempo não apaga
a história.
Caiu, a direita caiu mil, nem estilhaço me atingiu.
A lei da gravidade o que subiu também caiu,
A esquerda caiu dez mil, nem estilhaço me atingiu.
A lei da gravidade o que subiu também caiu.
Pro ceis vê, pro ceis vê a resistência singela
gladiador não enverga não quebra
Vim pra guerra, trago veneno nocivo ao esgoto
Com a greve da lavagem regime forçado pros porco!
Atalho loco na selva da escória, zoios, vermes ratos e cobras
Vou que vou sou o memo guerreiro de sempre mema postura
consciência eternamente.
De pé com o coração que já viu tantos enganos,
enforcamento de inimigos e tiranos.
Escravizando o respeito com a falsidade a verdade
leva tempo sobre a lei da gravidade.
Cai, cai, quem não for verdadeiro, sai, sai, o ator que
ludibria o gueto.
Paga o preço quando ego se cresce sobe e desce
não permanece.

Caiu, a direita caiu mil, nem estilhaço me atingiu.
A lei da gravidade o que subiu também caiu,
A esquerda caiu dez mil, nem estilhaço me atingiu.
A lei da gravidade o que subiu também caiu.
O filhão o papai, o papai o filhão quem é mais falsário
és o x a questão, podridão de montão contaminando a visão,
Monta o tabuleiro, manipula opinião.
Sofre morre, quem não tem lealdade não na alma
fraqueja o caráter da missão de desonrada
É podre demais essa selva de riscos,
Quem é o Joio? Quem é o Trigo?
Não bate de frente não quebra a cara
Mais na minha ausência esquera e apunhala
Paga de parceiro, fiel escudeiro
Conheço as pegada rastro traiçoeiro.
He..!! He..!! eu avisei que aquele tipo ia te atrasar
a energia negativa é facil de atrasa,
Falei ; fica quieto e ligeiro com a traição,
ele muda de atitude como um camaleão.
Subiu pra mente, logo cresce o zóião
vira inimigo.
Não não passará batido, nem despercebido
O registro do seu caminho que papelão
assim cairão, muito mais de um milhão.
Caiu, a direita caiu mil, nem estilhaço me atingiu.
A lei da gravidade o que subiu também caiu,
A esquerda caiu dez mil, nem estilhaço me atingiu.
A lei da gravidade o que subiu também caiu.
Mano eu nem te conto, o bang de canalha,
Os tipo que colava do seu lado e
jurava fidelidade e compromisso,
puro interesse na moeda de nos niquel,
tudo zóião, oposição é tudo igual
Espião, o vilão de grau, veneno letal
Ratiaram a cena lá dos seus barato
Você quem criou as cobras pra ser picado
mal olhado.
Mal do lado tipo judas que mata o inimigo
velado invisivel, ser humano, irmão
quero vê quem é de fé.pra poder vê quem é, salto alto da no pé.
Esses dia eu trombei um nefasto pagodeiro,
que batia no peito até o fim é com nóis memo.
Nem acreditei, liga o naipe do ingrato, engordou
nas suas custa agora cospe no prato intão,
Lado a lado com os povo da descordia
Tudo escória aguardando sua derrota,
Mano os cara te inveja pra carai, seca até arruda
olho gordo demais,
He..! Meu Deus é mais, Bem maior que a maldade,
bem além da maldição, dos trairas covardes,
Ilumina meus passos direciona e conduz.
A gente é do bem, coração bom reflete luz!
Estancou pus da ferida vamo pra arena
A lei da gravidade a ação é lenta mais não falha.
Vamo que aqui é gladiador seja lá como for,
Ora, Ora pra eles pra tudo da certo, pra não falta agua no deserto!
A inveja é fraqueza alimento da ambição corrompe a alma
e seduz a razão.
Então ora, deu minha hora já vou, não viu não lembrou,
quanto tempo passou, aqui estou na passagem da evolução.
Aprendendo com a vida passando a limpo a lição!

Caiu, a direita caiu mil, nem estilhaço me atingiu.
A lei da gravidade o que subiu também caiu,
A esquerda caiu dez mil, nem estilhaço me atingiu.
A lei da gravidade o que subiu também caiu.





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Consciência X Atual





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form