Resgatado Pelo Rap

Grupo: Correria
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Mais um dia escurece, e eu aqui de novo
Dentro de uma cela envelhecendo pouco a pouco
Desculpa coroa, não te dei alegria
Minha vontade com certeza era uma casa com piscina
Presentear a senhora com jóias, brilhantes, roupa de grife, desfilar feito madame
Em um carro importado, seus neto do seu lado
A cocaína, fim da sorte, atrasou meu lado
E na quebrada com certeza, eu peguei sua princesa
E no bar onde eu colava, só psico na minha mesa
Rodeado de maldade, frieza, crueldade, cego de
Espírito nem vi a falsidade
A minha fama se espalhava e na cintura eu carregava
Uma pt40 e os inimigo eliminava
E na bandeja com certeza, eles querem minha cabeça
Minha mãe tá lá pedindo oração por mim na igreja
Meu filho deus que lhe proteja!
Aonde quer que esteja eu oro por você
Ela dizia ao me visitar e eu, fingia ser forte
Mas por dentro eu não parava de chorar
Quantas marcas eu ganhei por lá
Mas eu deixei por lá
Fui resgatado pra poder te resgatar!!
4 horas da madruga, não consigo dormir
Várias fitas do passado que me fazem refletir
2005, recordo a favela cercada,
Mais de 10 viaturas do choque pra poder invadir minha
Casa
E eu dormindo no sofá, irmão, despreocupado
Acordei todo quebrado na sala do delegado
Fui torturado, ameaçaram me matar, falaram que os
Parceiro eu ia ter que entregar
Comparsa eu não tenho, ainda não fiz herdeiro
E se eu morrer no meu caixão,
Não vou levar o dinheiro que eu achei mais importante,
Do que minha família
Eu escolhi estar na balada, gastando com as vadia
Cadê aqueles lá que andavam do meu lado?
Nem se quer pergunta de mim, nem se quer manda um
Cigarro
Quando eu tava na rua era, era brother, sem miséria, whiski,
Redbull, de novo é festa na favelaa!!!
Meu filho deus que lhe proteja!
Aonde quer que esteja eu oro por você
Ela dizia ao me visitar e eu, fingia ser forte
Mas por dentro eu não parava de chorar
Quantas marcas eu ganhei por lá
Mas eu deixei por lá
Fui resgatado pra poder te resgatar!!
Amanheceu é quarta-feira, abriu a tranca, faxina
Deixar a cadeia limpa né, mais tarde tem visita
Fiquei envergonhado, minha mãe veio me ver
Foi melhor preso com vida, vi muitos falecer
Mas ela não merecia estar passando humilhação
Na porta de cadeia, pra me trazer alimentação
Plantei o pecado, eu agora tô colhendo aqui dentro
Dessa cela, pagando moh veneno
E na noite passada sonhei com a liberdade, será que
Ela vem ou vou ficar só na vontade?
Dobrei meus joelhos pra falar com o senhor
Não aguento mais me tira daqui por favoor!!





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Correria





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form