190 (Versão 01)

Grupo: De Menos Crime
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Favela escurece, o medo prevalece;
Aqui polícia sobe e desce na procura de ladrão;
Fique ligeiro, inocente ou não você é suspeito;
Quem mora em quebrada sabe como é;
Corre da polícia pra não levar ponta-pé;
Na favela é assim, 1, 2 pra subir;
A lei do silêncio impera por aqui;
Autoridades como manda o sistema;
Com permissão pra matar;
Andam em carro frio sem placa;
Moradores acuados dentro de um barraco;
Lá fora chove chumbo;
No confronto entre polícia e bandido;
Perseguição na viela, viatura que cerca a favela;
Invade barraco e agride suspeito atrás de flagrante.
"Mas a rota mata ta ta".
(4x) 190 foi acionado;
4 manos de boné foram caguetados.
Os homens da lei;
Circulam nas ruas sem respeitar ninguém;
Dá borrachada em cidadãos de bem;
Discrimina, defama;
Faz pose de gatão em frente as câmeras;
Se os ratos tromba na madrugada eles dão baxa;
Não tem carreira, não tem aliado;
No IML de São Paulo será mais um finado;
Já chega apontando os calibres, levando uma;
Procurando o fulano fugitivo que está na rua;
Puxando o cão, não dão opção;
Humilham os irmãos sem razão;
Se a justiça fosse digna;
Não morreria tanto irmão na covardia;
Guerra fria, justiça cega;
Mais um corpo estirado na favela;
5 de Julho, São Mateus, o mesmo proceder;
Lutar pra não morrer, inverter o quadro de injustiça;
190 esculachando você, 190 flagrante forjado;
DMC, HC, Mago Abelha procurado;
Pelos otários fardados, pelos otários fardados.
(4x) 190 foi acionado;
4 manos de boné foram caguetados.
E o sistema, o sistema já não é o mesmo;
As pessoas que eu conheço já não são as mesmas;
Contando eu paro e penso, paro e penso;
O mundo não acaba, não acaba de uma vez;
Mas o perdão não existe no mundão;
Nesse mundão, onde, que vida de cão;
Eu vivo a vida como ela é;
Rap, racismo, gambé;
Atormentado pelo sistema hipócrita;
Que na hora do enquadro tiram o meu tênis;
Cheiram minha mão, mas que humilhação;
Falo o necessário pra não ter contradição;
Eu olho pros lados, cadê os meus irmãos;
Confiança para o ladrão, atitude e ação;
Fracasso no crescimento, medo no sentimento;
No dia á dia sangrento traição ideológica;
Quando vejo minha gente na fossa;
De Menos Crime nome de respeito, ignorância de talento;
1, 2 drão, 2, 2 bem louco, é 8, 80;
Bola 8 graffiti, DRR bem forte ladrão;
Mikimba idéia de mil grau;
De frente com o arsenal do rap nacional;
Pensamentos certos, no tempo e no verbo;
Um negro, um preto de valor;
Que na hora da química exata;
Eu me lembro do nosso ideal;
Sempre ativando uma idéia, atitude sem falha;
Eu não sou fã de canalha, eu não sou fã de canalha.
(4x) 190 foi acionado;
4 manos de boné foram caguetados.
"De boné ou careca minha face é considerada bela".
"Que a morte é uma surpresa".
"Num vacilo seu você pode ser a presa".
"Som da polícia militar, vão nos matar".
"Nos mete em cana".
"Conte Lopez jura traidor".
"Aviso á PM, repressão, violência, não está com nada".
"Aviso á PM, Aviso á PM, Aviso á PM, Aviso á PM, Aviso á PM, Aviso á PM".





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

De Menos Crime





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form