Entre a Cruz e a Espada (Alvos da Lei)

Grupo: De Menos Crime
Álbum: O Revertério
Não há video para essa música



Entre a cruz e a espada, São Mateus e Missionária;
É, leste e sul encontro de bala;
Diretamente dos guetos, dos morros, dos becos;
Vejo o 190 caminhando contra o vento;
Isqueiro, cuxixo, sou maior que tudo isso;
Verdade no pente, por isso corro o risco;
Nas ruas da zl a terceira divisão;
A guerra existe irmão, medo não;
É, pra testar a febre faça sua prece;
Então click, clack, o calibre é o rap;
1, 2, 3, 4, há mãos ao alto;
Aqui ninguém deu nada, nós tomamos de assalto;
Estamos na zona sul em sintonia com a leste;
Não foi por acaso DMC e ADL;
O clima é tenso, o ritmo é frenético;
Com nós não tem problema, é certo pelo certo;
Sem curva, sem rastro, sem ponto pros lagarto;
Aí soldado seu peito não é blindado;
A minha eu faço assim, com a cara e a coragem;
Tomo o diamante e eu corro com a verdade;
Eu quero ser orgulho pro meu pivete;
E não um pé de breque que fraquejou no teste;
Um gambé entrou em choque, moscou, pelo amor;
Entre a cruz e a espada guiado pelo Senhor.
(4x) Entre a cruz e a espada, São Mateus e Missionária;
Leste e Sul encontro de bala.
Do barraco pro mundo invadindo o sistema;
DMC o enxame que atormenta;
Esquenta, vira o jogo, grava nós de novo;
Espalha pros outros que nós não abandona o povo;
Fiel até o fim, lealdade é isso aqui;
Não sou do amanhã, mas os outros são por mim;
É de igual pra igual, to na mesma sintonia;
Entre a cruz e a espada no veneno do dia á dia;
Click, clack, sai fora pé de breque;
A vida é um teste, mantenha a sua inerte;
Trafico pros moleques sem via internet;
Isso não é Matrix, é favela ponto rap;
1, 2 1, 2 drão;
Perde o compasso não, só quem é vai pra missão;
Í daí como é que é;
Me crucificaram, mas ainda estou de pé;
Isqueiro acende, mas ele não me queima;
A fumaça incomodou, pois invadiu sua fronteira;
O que posso fazer se comigo não concorda;
Preciso, não me lembro da guerra, tava de fora;
Sem patifaria, pilantra não se cria;
Agora se não me vê, pois não to mais no fim da fila;
Assim segue a rima que bate forte na leste;
O barato é dois mil grau, aí playboy segura a febre.
(4x) Entre a cruz e a espada, São Mateus e Missionária;
Leste e Sul encontro de bala.
Porra não é miragem nego, é nós mesmos;
Leste e sul, prato do gueto;
Por poucos lembrado, pela inveja odiado;
Alheia arrombado, o que é meu ta guardado;
Não é direto um soldado de pé ou de carro;
Mãos ao alto, não é um assalto;
Enquadro, fardado, cromado, disparo;
Caixão lacrado, os irmãos sendo velado;
Revolta na mente, vou entupir o pente;
Vou bater de frente, correr com o consciente;
Educação escassa, o que não falta é arma;
Caçador e caça, inimigos vêm de graça;
Dez pretos sente sem emprego;
O revestitulado aqui chama dinheiro;
Sem dia das crianças, páscoa ou natal;
Só lavagem cerebral, propaganda global;
Quer me seduzir, arrastar, desandar;
Me iludir pra eu buscar os milhões e rodar;
Desestruturar minha família, meu lar;
Quer me controlar, me programar pra matar;
Pensou que iria ser fácil, pois é, vai vendo;
Desacredita não senão você chapa com o veneno;
Aí Chicano essa é a fita;
Entre a cruz e a espada na febre do dia á dia.
(4x) Entre a cruz e a espada, São Mateus e Missionária;
Leste e Sul encontro de bala.
Ó nós aqui, quem diria;
Leste e sul na mesma sintonia;
Se Deus quis assim;
Guerreiros no combate até o fim;
Até o último de nós cair;
Os verdadeiros sempre vão existir;
O sistema é a doença e nós somos a cura;
Sabedoria de vida adquirida na rua;
Tentam nos regular, achando que somos dementes;
Não quero ser mais que ninguém absolutamente;
Vamos revolucionar, desacreditar, não ver o tempo passar;
Nossa consciência é nossa arma engatilhada pronta pra disparar;
Uma rajada de raciocínio pra todas favelas escutar;
E entender que o rap é a nossa força pra vencer;
Você vai ver que o que;
A minha ideologia hip-hop nunca vai morrer;
Conquistando nosso espaço;
Aonde tem a mão de Deus não existe fracasso;
ADL e DMC na trilha sonora do seu rádio;
Quem representa a favela é perigo pra sociedade;
Maloqueiro do gueto sempre ligeiro com os covardes;
Vou perguntar, o rap é o caminho de que lado você está;
Correr pelo certo sem atrasar;
É o caminho da paz que eu, vocês, nós, favelas tentamos trilhar.
(4x) Entre a cruz e a espada, São Mateus e Missionária;
Leste e Sul encontro de bala.





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir

Veja mais letras e videos de

De Menos Crime





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form