Herói do Morro

Grupo: Detentos do Rap
Álbum: Deus do Morro
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Tem casa até os osso, se rende a luxuria
da lata importada da mante a partitura
só gosta do que é bom
grana pra gasta
adrenalina em alta, facim pra enquadra
o demonio é o isqueiro, a vaidade o estopim
Deus que me perdoe mais eu gosto disso aqui
pagá de playboy gozando no mundão
só, só pano da hora de twister no pião
vagabundo registrado, na profição perigo
cobiça da policia, amante do perdido
quem me dera se, se, se os céus me desce o dom
de ser assim até, té na proxima encarnação
um ladrão perfeito, tipo herói do povo
Hobin Hood de inveja iria até morre de novo
ser reconhecido de São Paulo a Bogota
eu mais cabuloso do que Pablo Escobar
"Ho acorda irmão...
o sonho acabo, o mundo é um mar de espinho não de flor
totalmente ao invés do mundo encantado
na escala de um a dez
nove é ódio congelado
fél amargo, destilado, da cabeça aos pés
um palmo do nariz
só não ve quem não qués
preto de falha fé tem milhares e milhões
se rendendo a teste na covas do leões"
Mais se Jesus tivesse aqui ele diria isso irmão
"Sangue do meu sangue, não passe afrisão"
Você vale quanto tem
em ouro ou em prata
por isso que eu desci de colete e matraca
o ódio fere a rosa
quis sangrar no amanhecer
pedi mel, me deram fél
sem chance de escolher
[refrão]2x
Sonhar não é pecado irmão
não custa um tustão
Cristo aqui não sonha com ouro ou mansão
enquanto eu e você vulneravel ao pecado
na cova dos leões irmão
se sente ameaçado
O sereno lava a alma do guerrero que tem fé
quere é poder
entenda como se quiser
champanhe e caviar a favela vai brinda
mão armada é um dom
só Cristo pra muda
6 de janeiro irmão
de um ano qualquer
favela, campinho, o plano tá de pé
"eu soco o vasculhante no meio do brindado
dez encolhe os malote
valtinho cerca os gado
seis minutos sem acrecimo é a escla oficial
Cebola para o Golf em frente a banca do jornal
os porco sobe os bico desce
ho, eu filmo tudo, sangue frio nem me viu
vai Nilsão liga o turbo"
Uma Mina e dois bico dexa eu pensa
um passa acelerado, tipo qué me alcansa
a mina gesticula
os bico da risada
inspira, inspira...
não é nada
um dos bico era apaisana
era sim, eu ganhei
na duvida eu coloquei os tres na bola da vez
vai sabe, Deus é quem sabe
o trunfo que vem lá
a vida é uma só, não posso aposta
controla a drenalina
que a sardinha atraco
ação, ação, solta o filme de terror...
[dialogo]
A bola da vez tá na cara do gol
vim busca e vou leva
pelo amor, pela dor
já até consigo me ve eu num terno de linho
ouro braco trançado numa Omega vinho
modelo dois mil, filmado, socada
ouvindo Ice Cube pela Espraiada
Juliete de cara, tipo abelinha
levando secada de zóio grande vadia
a vida é um jogo
eu só jogo pra ganha
um colete, duas nove, toca ninja e uma H
liga o Max, liga o Ualice
Valtinho desce o morro
currasco e bebida
hoje so herói do morro
[refrão]4x





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Detentos do Rap





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form