Roger

Grupo: Detentos do Rap
Álbum: Deus do Morro
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Se me pergunta aonde anda
isso eu não sei
última vez que eu vi
viro fora da lei
sua coroa chego em mim indignada
disse, meu filho agora é ovelha negra da casa
e ta colando com uns maluco la da rua de cima
sua vida se resume agora em cocaína
dinheiro facíl, carango importado
até a vaca da Priscila hoje ta do seu lado
já faz um tempo que ele não aparece em casa
pesso pra Deus pra que não seja nada
meu sangue géla nos pés e vai subindo
a cada dia eu perco mais
esse menino que nasceu pobre
com mania de grandeza
hoje a porra do crime é sua certeza
amigo inseparavel de uma Automatica
quem diria que o meu Roger
fosse o homem da máfia
agonia me consome me proxima do fim
pelo amor de Deus tras o meu filho pra mim
ei D.T.S o que você faria em meu lugar
vendo a mão de seu parcero de tristeza chora?
"Sei la!
Talvez eu não faria nada
ando com a mente também tipo carregada
falo por mim cada um escolhe o seu caminho
se esse for o seu que siga sozinho"
Mais na corrida quanto tempo e o que mais assusta
ele qué mais, ele não para, ele não muda nunca
"Roger é o homem se ta ligado.
Patrão de renome, fama, status"
Dona Rita essa noite diz que vai reza
pedi na proteção do seu Orixa
que ilumine o caminho daquele garoto
e que nada o impeça dele volta
[refrão] 2x
Essa noite eu vo reza
eu vo pedi pra Deus, pra te protege
onde você estive, no gueto é só mais um
que não fica de pé
Chacinas acontece na periferia
realidade vivida pelos olhos da tia
que no portão da sua goma ela presencia
os fatos e relata ai, naquela vila
pivetada de 12, viciada no crack,
na folha policial, numero um de destaque,
fazendo sexo oral em plena luz do céu,
dignidade robada a troco de um papel,
é a cota analiza refleti,
qual caminho certo pra segui
a algum tempo o Roger não era nada
ultimamente só o Roger na parada
ocorre um comentario aqui na banca
"É, Roger deu varios tiro na cara de um pilantra."
E de degrau em degrau ele vai subindo
mais sem se liga, uma par de inimigos,
tipo pai angustiado, mãe desesperada,
ao ver o seu filho no vapor da bocada
no esquema que é mal indicerrante
uma Automatica na cinta segura o flagrante
eu tenho o dom da palavra
louvado deja o senhor
e aqui ele diz, diz, é tempo de dor,
na fila tem erdeiro querendo seu império
na sequencia a gaveta, espera no necrotério
aquele corpo no chão, crivado de bala,
sequencia certera, no peito e na cara,
sua coroa velando você no meio da sala,
num caxão lacrado, com um vidro na lata,
mundo do crime é sinistro do começo ao fim
o Dêmonio te seduz pula fora e ri
"Não queira ser o que você não pode se
não vai faze, pra depois se arrempende,
o que tá escrito, proverbios mais sinistro
quem com ferro fere, com ferro sera ferido"
Escuta tiro nas ruas, pessoas agitadas.
"Sera que meu filho ta envolvido?"
"Que parada"
O papel da mãe é ser a ultima a saber
pedi pra Deus, pro seu filho não morre
mundo do crmi é sinistro sabe como é
"Meu filho, que Deus te proteja onde você estive"
[refrão] 2x
Cinco minutos depois, sem dó nem remorço
fico inreconhecivel, feio na foto,
quem foi o alvo dessa vez
o pivo da parada, aqui o lei do silencio
ninguem fala nada.
Mais eu to ligado que o Roger tava na vila
e que se pa foi arrastado pela Priscila,
não acredito em destino ou premonição
mais respeito cada um na sua religião,
o Orixa de dona Rita tinha alertado
o tempo ta se fechando, o Roger ta embaçado,
carros pra cima e pra baxo, mol agitação,
bebidas, drogas, tiros de montão,
oposição que faz, pra mim tanto faz
só dona Rita que não sabe que o Roger Jaz
final assim aqui é contantimente,
metralhado de catraca, morto indigente,
senhor meus Deus alivie a dor dessa mulher
que reza pelo filho aonde estive
no necrotério aguardando reconhecimento
numa cadeia cumprindo o papel de um detento
mundo do crime é sinistro dos é a cabeça.
Ontem o predador, hoje foi a preza.
[refrão] 3x





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Detentos do Rap





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form