Santa Cruz

Grupo: Emicida
Álbum: Emicidio
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Parece ontem, seis mano, uma roda de free
É pra ser (Ow!)
To aqui pra competir
Trouxe meu flow (Chegaí!)
Me envolvi pra curtir sem medo
Junto aos beiço babado com cigarro no dedo
E pá, minha rima cresceu lá
Oito hora de sábado não tem outro pico pra tá
Mentiu quem tentou burlar
Fingiu quem não foi lá
Sentiu o que é ser rua só quem liga o lugar
Um monte na calçada, vários trepado na grade
No terminal do coletivo, a coletividade
Atividade, versar pra matar o impasse
Rateio no boné, nota, moeda, passe
Era feio se os mané colasse,
Mas não, só sangue bom deixando o bagulho classe-A
Tem que lembrar, ostentar o orgulho
Qué se sentir lá? Fecha o olho e faz barulho
Refrão: (2x)
Quem tava lá? (nóiz)
Pra batalhar? (nóiz)
Só pra olha? (nóiz)
Fechando com?(nóiz)
Essa foi loca, barulho pro MC após o confronto
A rua é nóiz!
Meu respeito se estende ao que se intende por mundo afora
Quem não colou, compreende agora
Vagabundo indo embora triste
Olhando pra trás, quer rimar mais, mas o tempo insiste
Em correr, até morrer por amor, pronto
Cachê lá é risada após cada confronto
Dinheiro não e ponto
Teve até um menino, que uma vez, foi lá com 50 conto
Cola neguim que o bang continua
A vida me deu a chance de ser várias ruas
De vê várias ruas
Voltar, num importa o quanto eu corra
Por me sentir como embaixador daquela porra
E cada vez que cê ouvir batalha pampa
Cê vai lembrar de uma calçada de sampa
O mais foda de morrer, me juntar a Jesus
É que sábado não vai dá pra colar na Santa Cruz
Refrão.





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Emicida





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form