765 Motivos Para Morrer

Grupo: Facção Central
Álbum: Direto do Campo de Extermínio (1)
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Teu sonho de nº1 é como ganhar na loteria
quem mata boy pra usar crack não tem casa com piscina
no morro tem bico demais manuseando a espingarda
achando que é gibi de passatempo virando ração pra vira-lata
O crime é um jogo que poucos chegam ao trono
nao entra pra tomar espaço na cela dos outros
comédia cola pra ser alvo, stand de tiro de gambé
pra na cadeia pôr calcinha, sutiã, virar mulher
No resultado do IBGE na contagem periódica
Nao aparece como habitante só como necrópsia
Vi uma pá de Al Capone, Don Corleone, Tommaso Buscetta
Morrendo roubando maçã na feira
Nao tem franquia da Blockbuster
Se no seu resíduo gráfico consta pólvora
de B.O em mercearia de bairro
No desenho periférico cuzão só vira herói
Soltando teia ou voando igual Super Boy

REFRÃO
765 motivos pra morrer
embalo nasce pra seguro
pedir perdão e sofrer
765 motivos pra morrer
pra no microondas do morro
ver seu corpo derreter
(2x)

Quer ser rei da própria rua aterrorizar morador
cobrar pedágio de aluno dá aqui o apontador
quer meu carro dá minha mina maquiagem
aciona a seta da bússola da crocodilagem
nao tem forte esquema pra te escoltar
ninguém vai enquadrar o comboio pra te resgatar
nasceu pra ser tachado de amador pelo repórter
pra chorar na coletiva não era meu o revólver
o crack fez a revolução do século na periferia
é a desgraça dos fins dos dias que não foi prevista pelo Messias
mesmo sem Vox Populi manjo o fim da pesquisa
de cada dois muleques um quer vencer de carabina
sei do que a perua da chiques & famosos gosta
lava bichera no tiro de 12 nas suas costas
ficar com olho aberto até dormindo
se pá os comerciantes já contrataram seu assassino

REFRÃO

Um dia é especialista em apê do doutor
no outro vira quadradinho na tela e voz de robô
troca identidade, sexo, cep, vida
respira só com proteção da polícia
esse é modus operandi do dublê de bandido
ser testemunha atrás de recompensa no distrito
nao adianta orar pra janela com santo
uma vez na chuva nao tem fuga pra debaixo da cama
polícia que joga nenê pro alto pra testar automática
vai dar perda total na sua cara
só me arrisco pra comer em porcelana fina
não vou me envolver se é pra sorrir só 5 dias
ladrão cata a AR-15 e busca o malote
não é o puto que pula o muro da casa de pobre
é fácil entrar na lotação pra catar o passe
quero ver 'dibrar' vigia, cerca elétrica e alarme

REFRÃO

No travesseiro pensa no que sua mãe chorou
e no que isso adiantou o que você lucrou
no seu nome nem um carro, nem uma escritura
só fez rir cuzão de Christian Dior e Lino Villaventura
alta classe aplaude o rato comedor de carniça
que promove no busão Carandiru na rodovia
faz o boy dobrar o joelho mas não de medo
saca o diploma que ele dobra com respeito
qualquer preso dava a vida pra tá livre com quem ama
ajudando o filho na lição brincando com ele de autorama
Crime é sem carro de bombeiro, sem caixão de marfim
sem busto em praça pública com flores no jardim
Ainda é tempo cata a brisa e sai voado
Vai comprar um caderno e terminar o ginásio
Sua família prefere um faxineiro saudável
do que o rei da malandragem
dividido com um machado

REFRÃO





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Facção Central





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form