Aqui São Teus Cães

Grupo: Facção Central
Álbum: A Marcha Fúnebre Prossegue
Ouça o som:   tocar tocar tocar



[Dum Dum]
Filho da puta aprendi tudo do jeito que me ensinou,
Coração petrificado glock no doutor.
Vê o refém queimando vivo e dá risada,
Sem anestesia arrancar seu dedo com a navalha.
Fechar o carro forte atirar de ar15,
Cuzão dá o malote herói não sobrevive.
Aprendi que o alarme da mansão é piada,
Resulta a em empregada amarrada velório na sala.
Seu adversário o traficante da rua de baixo,
Seu sangue a vitória é estatus pro reinado.
Sem boi pra rica de mitsubishi moscando na avenida,
Vai relógio, carro, manda a vaca pro legista.
Não tenho futuro não sou jogador,
Sou na cena do crime o principal ator.
Boy quando ouvir assalto não precisa chorar,
Apenas são teus cães adestrados pra matar.

[refrão 4x]:
Ra-ta-tá vem escutar,
Aqui são teus cães adestrados pra matar.

[Eduardo]
Como um bom aluno eu tô fumando crack,
Trocando tiro com o gambé do denarc.
Sem negociação comigo é só terror,
Não cumpriu minhas exigências a vítima sente a dor.
Na agência bancária vou tirar nota A,
Se o gerente não colaborar pá pá miolo no ar.
Minha formatura vai ser regada á champanhe,
Com o filho vendo eu atirando na cabeça da mãe.
Seu eu for preso a técnica de fuga tá furada,
Fogo no 2.1.3. várias estiletadas.
Vou com o diretor pra frente da câmera da globo,
Fazer o cachorro chorar pedir socorro.
Sei que sou o diabo da sua cartilha,
Inimigo do estado seifador da classe rica.
Primeiro da classe orgulho do professor,
O cão pronto pra matar que o brasil adestrou.

[refrão 4x]:
Ra-ta-tá vem escutar,
Aqui são teus cães adestrados pra matar.

[Dum Dum]
Aprendi que não é justo eu na caixa de papelão,
Enquanto um boy tá de ferrari e o outro é dono de avião.
Papai noel eu não sou um bom menino,
Eu busco o conforto através do latrocínio.
O vídeo vai ser 1.5.7. a TV um furto,
Panetone da ceia fruto de um furto.
No vestibular do inferno deixou claro,
Que sua ascensão vem na queda do empresário.
Por isso eu vou pra moto enquadrar teu carro,
Atirar no peito, arrancar o motor, queimar carcaça no mato.
Vou dar 5 gramas pro moleque do condomínio,
Pra ele ser meu cliente doente até o suicídio.
A filha roda a banca cheira todas na danceteria,
E ainda um cú de audi quer pagar de moralista.
Ladrão bom é o que a polícia matou,
Esquecendo que aqui é o cão que ele mesmo adestrou.

[refrão 4x]:
Ra-ta-tá vem escutar,
Aqui são teus cães adestrados pra matar.

[Eduardo]
A aula termina na cela fria da delegacia,
No povo contra povo carnificina chacina.
Te dão ódio motivo fuzil,
Pra você dar fuga á mil tomando tiro da civil.
A lavadeira imigrante é a que sempre chora,
Vendo o filho sangrando na porta giratória.
O refém tá carbonizado por que o sistema quer,
Por que eu só existo quando dou tiro na mulher.
Ou quando eu apareço sangüináreo no noticiário,
Arremessando a cabeça de outro presidiário.
Toda vez que o avião do boy trás um fuzil na viagem,
Nasce mais um louco selvagem pra te fuzilar na garagem.
Fui adestrado pra roubar seu dinheiro velha,
Não pra encher a panela mas pra ter carro fumar pedra.
Sem espanto puta história normal na favela,
Pro esquecimento uma seqüela astro do linha direta.

[refrão 4x]:
Ra-ta-tá vem escutar,
Aqui são teus cães adestrados pra matar.





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Facção Central





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form