Encrenca

Grupo: Flora Matos
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



O que eu não quero é perder tempo na vida, tá ligado?
Se não ajuda também não atrapalha, porra.
E o som explode igual pipoca
Pula pro lado e capota
Busque a sua, alopra
Tenha respeito e me provoca
Tu morde depois assopra
Pesca a mensagem
Outro se ligou, se toca
E pra cantar minha revolta
Tem coisa que não volta
O que volta é o que se solta
Da coleira de quem aposta que gosta
De quem foi preso no velho asilo da fofoca
Num inventa encrenca, num inventa...
Quem déra tu se entrgasse
Porque o som arrebenta fácil
Achando que seria uma onda das que passasse
Tu tá na falsidade, eu tô na sagacidade
Som que bomba na classe
Impedindo que o tempo passe
As erosões já é interna
Tu vai escutar na noite fria do seu inverno
Vai precisar de muito amor materno
Pra sair da neurose quente desse inferno
Pára de dar pala menina desesperada
Sua doidera é encrenqueira é da porra
Sai pá, porrada
Pra noitada se despreparada
Se desapontar a coitada sai abalada
( fica triste nina... a gente colhe o que a gente planta, tá ligado?)
Alta balada, não tá ligada
Doente, louca, piranha, desajeitada, inacabada
Não sai assanhando pro lado do meu gato
Vem não dá nada, fica na sua e paz na quebrada
Fica demais, é melhor ficar na paz, agora tá em cartaz,
Eu não quero ninguém tentando acabar com esse meu gás
Que é forte ,não aceita calote, mostra bem o que faz
Cuidado mina se não vai ficar pra trás
Chega de treta errada que o rap é eficaz
Me fez acabar de vez com esse leva e traz
Me mostrando o quanto eu posso ser voraz
Quando eu quiser mais
Num inventa encrenca, num inventa....





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Flora Matos





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form