Laços Perdidos

Grupo: Flora Matos
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Não venha me dizer que agora tu mudo.
Este papo eu conheço e também me canso.
Estive disposta hoje já não estou.
Sigue em frente sozinho, o tempo já passou.
Tempo bom foi aquele que você me amou desistiu de ser
Trsite assim me conquistou.
Desligado do mundo, dos vicios da dor, era eu e você
So nós dois e o amor (disando) mentindo pra mim,
Voltando pra pista isso me bodiou, a verdade é rainha
Tu me magou, a mentira é o fim do que so começou uma
História bonita eu e você no floow.
Tu perdeu, não se segurou.
Eu estou segura de que é dificl mais eu também sei qe
Tudo acabou, e é triste mais o que se foi ficou,
Guardado no peito ainda sinto o sabor, o perfume do
Abraço a musica tocou fazendo lembra do qe se
Enternizou, mais ve se resolve a droga te pegou eu te
Abraçei se tu tenta eu vo era assim hoje não o laço
Desato eu vim te lembra de um tempo que marco, águas
Que rolaram, o tempo vou acabo e é porque tu não priorozou
Aceita os pontos, falar qe o momento é mais que
Propicio pra dizer qem eu sou, aquela mulher que um
Dia você teve, que te quis do lado e tu não deu valor,
Que te ve melhor que a última vez peço que não caia
Minha hora chego.
Resolve tua parada, aqui tu não é ninguém!
O amor que tu me deu não me serviu,vou procura nos
Braços de outro alguém.
Começamos bem, na vibe tipo zen, que caminhava tão
Certo.
A sim não dá, suas mentiras insatisfações, da vida.
Diz que me ama tanta, que cria raizes, so nos dois tá
Bom meu bem.
Pois eu acreditei, me apaixonei e lancei meu sonho,
Por você também.
Diz que tá escuro ai, por favor me ajuda aqui, e agora
Você choora choooooooooora; e me pede pra volta, então
Faça valer, pra eu não pagar pra ver.
Laços perdidos, destrói meu infinito através dos
Gritos isso parece primitivo,olha pra frente vê se não
Cai.(2x)
No início era só tu e eu, no meio da paixão e desagas
Que nos consomia, tu corpo e alma pra ti não queria
Saber de nenhuma mulher que surgia, o tempo passou meu
Amor surinou, e parece que secou toda aquela poesia.
Homens são assim, cansamos rápidos, não fomos feito
Pra monogramia.
Vivemos com ambição do alpinista, criamos outra
Conquistar, pois numa conquista lá vou eu a noite
Chama, calor mulher, olham tramam,curvas formas,dançam
E xitam.
Rabos, mama, hiponitizam, la tô eu na cama de outra,
Vida louca não me polpa, outras manas, outras damas,
Outra cama, é so gana.
Esse gesto não me enganam, é so sexo não tem chama, eu
Preciso do teu amor, com so o teu swing que me faz
Feliz. dá teu negro outra chance, outro romance, sem
Amor não a vida, fica alma escurecida, fica tudo mais
Medonho, morre o mundo, morre o sonho. dá teu negro
Outra chanceee.
Nós somos filhos, dessa felicidade maior do que nos,
Que nos deixou insencivies e desnortiados entre esta
Gula, fantasias e fetiche o amor abandonou os negros,
E agora estão aqui desesperados, soziinhos entre essas
Camas e orgamos, não temos nada negros, não temos nada;
Laços perdidos, destrói meu infinito através dos
Gritos isso parece primitivo,olha pra frente vê se não
Cai.(2x)





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Flora Matos





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form