Você É, O Que Você Quer

Grupo: Juruna
Álbum: É Pra Bater Pesado
Não há video para essa música



Juruna - você é, o que você quer

Prometi ficar sempre ao seu lado
Braço direito em qualquer fita
Mas não foi possivel, não nascemos grudados
Como experiência de cientista
Antes fosse até queria, só que a outra a real
Não é história de livro
Que dia tristonho aquele de natal
Nascimento de cristo

Me pego lembrando quanta agonia
Chega doe o peito
Só louco por louco no copo com chivas
Pra completar gêlo
Na droga da lojinha curtindo a noite inteira
Daquele jeito
Cadê os monstrão no debate das treta
Sempre desaparecendo

Falei pra você é só barco furado
Afundando como pedra no lago
Tapinha nas costas, torpedo no seu claro
Elogio de falsário
Guerra de bandido, hoje em dia é comum
Como escândalo de campanha eleitoral
Você pensa que é boy naquela r-1
Com adesivo da jamaica animal

Mete o revolver todo agressivão
Sai de cima dessa pora
Eu sou correria, sai correndo então
Te perguntei alguma coisa
Assim a favela vai se destruindo
Como animais famintos
É ladrão fazer o quê, é o comércio concorrido
Do capitalismo

O mundo está perdido, as pessoas mais ainda
Que pena só te ver em fotografia
O mundo está perdido, as pessoas mais ainda
Você é o que você quer amor ou tecnologia

Todos amam os seus pais eis a questão
Da boca pra fora
Só que ninguém para e ver a tribulação
Que a sua casa assola
A doença se estalando de preocupação
Com você na rua
O rosto abatido de esforço em vão
E nada muda

Quem é que não almeja uma vida com fartura
Que a revista ilustra
Mas tudo tem um preço e a cobrança é dura
Como rocha meu truta
Mesmo assim foi aparência pra quem não merecia
As minas e os bandidão
O melhor do seu sorriso a luz, a magia
E a atenção

Manchete de jornal, não, nem cobrido com ele
Pelo abutre de farda
Para todos verem o seu rosto decadente
Enfrente a agência da caixa
Mas que inferno será possivel
Que estão todos cegos
Que ninguém percebe o motivo disso
Te peguam pelo ego

A persuasão do principe das trevas
Com o seu comercial
Justamente é o boy o que se revela
No seu castelo com sangue de cidadão legal
Infelizmente escolheu o caminho mais curto
Vida de criminoso
Viver um presente que não dar futuro
Melhor dizendo de desgoto





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir

Veja mais letras e videos de

Juruna





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form