É Desse Jeito

Grupo: Latro
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



É desse jeito (é desse jeito).
(Refrão)
Uma fuga na escola no beck, uma bola no inicio
Agora pistola, policia na porta irmão
Se homem não chora na rua não é desse jeito
(Quando a cela se fechar...)
Meu filho com fome cadeia lotada tá paia
É isso tudo ai que muda e transforma as pessoas
Sonho com um dia bem melhor do que hoje
Que Deus perdoe a fuga dessa noite... É desse jeito.
Uma serie de revolta fortalece o diário
Não é mais réu primário, ex presidiário
E no primeiro saidão ele vinha,
Pra colocar as suas contas em dia
O mundo gira e na cabeça é só maldade,
Perversidade cobrando sempre a lealdade
Em algum momento circuita o movimento
Não sai do pensamento os dia de veneno
Óh que doido vingança, as trama, o ódio e o medo
Porque é tipo assim ai... É desse jeito
Que muitos nunca voltam e a casa não retornam
Já são dez horas e chora no som que toca
Quando se lembra da quebrada ele vê a luz
De volta pra sua família faz o sinal da cruz
É arriscado fugir talvez quem sabe
O tempo passa e de repente já tão na cidade
Pra arrebentar ou então se consertar,
É seis e nove trancado naquele lugar
Sem trombar ninguém de repente ele escuta
Perto de sua casa seu nome chamado na rua
Moleque de bermuda paga sapo na cintura,
Ai doeu o seu pivete, alegria, amargura da vida dura
Ele revesti e só sobra isso
Seja em Planaltina seja em Sobradinho,
Guerra de sentido entre o ódio e o medo
Que Deus perdoe a fuga dessa noite é desse jeito,
Ladrão não pode ver jóia e nem dinheiro grande
Hã perigo constante os ouro e os brilhante,
Quem não chora, quem não se ignora
Quando tá de frente na mira da pistola
Nos adianto só rende 157
E nos atraso puxou foi quase sete
Sétima série depois um ladrão nato
Temo seu filho agora entre lixos, ratos
Quem não chora, quem não se ignora
Quando tá de frente na mira da pistola.
(Refrão)
Uma fuga na escola no beck, uma bola no inicio
Agora pistola, policia na porta irmão
Se homem não chora na rua não é desse jeito
(Quando a cela se fechar...)
Meu filho com fome cadeia lotada tá paia
É isso tudo ai que muda e transforma as pessoas
Sonho com um dia bem melhor do que hoje
Que Deus perdoe a fuga dessa noite... É desse jeito.
Mesmo que as grades ofusquem seus sentimentos (não pare),
Mesmo que o tempo apague suas lembranças (não chore)
Me lembro alguém me disse desse jeito
Que conceito, respeito só em quem usa causa efeito
Sétima série mais sete anos á ser estudado,
Sete minutos contados pro seu sétimo palmo
A sete metros do portão falta pouco
A liberdade ou o ladrão com mais de sete no globo.
Quem não chora quem não se ignora,
Ao ver sua família lá fora entregue as cobras
Eu sei que não mereço o sol das dez em Beira-Mar
E porque me lamentar que merecedor tá lá
Aqui é desse jeito e nunca vai mudar
Porque o errado sem perdão também não sabe perdoar
Reincidente carimbado e agora,
Único bem um camelo e uma pistola
Primeiro plano ainda um sonho sair da ilha,
Segundo plano recapitular minha vida
Quem não chora, quem não se ignora
Quando tá de frente na mira do Rotan lá fora
Missão difícil pra quem se sente fácil
A beira de um precipício o perdão ou o arregaço,
Várias fitas do passado atormenta (a anos)
Dois por dois metros quadrados com 40 (manos)
Lembro da escola, do beck no banheiro,
Do frevo os parceiro lado-a-lado o tempo inteiro
Policia na porta não é sinal de respeito
Se homem não chora, na rua não é desse jeito!
(Refrão)
Uma fuga na escola no beck, uma bola no inicio
Agora pistola, policia na porta irmão
Se homem não chora na rua não é desse jeito
(Quando a cela se fechar...)
Meu filho com fome cadeia lotada tá paia
É isso tudo ai que muda e transforma as pessoas
Sonho com um dia bem melhor do que hoje
Que Deus perdoe a fuga dessa noite... É desse jeito.
Letra corrigida por: Fany Cabral (stephanie-cabral@hotmail.com)





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Latro





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form