Os Últimos Serão os Primeiros

Grupo: Lindomar 3L
Álbum: Das Ruas Mineiras
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Guerreiros, guerreiros, os últimos serão os
primeiros, os humilhados serão exaltados é só dar
tempo ao tempo, me lembro, de quando eu
carregava uma caixa de madeira, a pesar dos
pesares tudo era motivo de brincadeira, quem é
daquela época lembra, como era bom engraxar
sapato, mesmo com medo, descalço, correndo do
juizado, emocionado ficava quase todo dia, vendo
pessoas, mendigando mixaria, entre elas tinha
uma mina que dormia na calçada, da choperia
onde eu trabalhava junto com a molecada
quando chegava dezembro disso eu nunca
esqueço eu ia pro sinaleiro com uma caixa pra
pedir dinheiro, tremendo de frio, ao relento EI
TIO, eu deitava no chão, na frente da sua
agropecuária com a roupa manchada suja de
graxa, entrava no restaurante, tomava um caldo,
refrigerante e saia sem pagar nada, pois o dono
não me cobrava, porém injuriava, ficar dando de
play boy me olhando com nojo e com raiva, de
madrugada, perambulava pelas ruas de Uberaba
sem saber se eu ia amanhecer dormindo na
minha casa, trabalhadores, sofredores, eram
catadores de papelão eram proibidos de ficar
pedindo e de exercer a profissão, mesmo assim
não virei ladrão mais muitos viraram, deixarem de
pedir de viajar carro e foram fazer assalto, é um
assalto mãos ao auto, fala isso não rapaz, é
melhor você falar vamos engraxar ai senhor vai?
porque o trabalho seja qual for tem seu valor e
dignifica por isso me sinto digno e valorizo o que
passei na vida,

REFRÃO: {SÓ, PODE CRER, SOFRI TANTO QUE EU PENSEI QUE IA MORRER} 4x

Desanimado e cansado sentava na caixa e
contava a grana suada que eu ganhava da ralé e
da play boyzada, engraxava pra homem e
mulher, batia a escova e dizia troca o pé, também
fazia um sambinha e cuspia pra dá brilho né
Enquanto as crianças brincavam os adultos
tomavam cerveja sentido na sarjeta eu pixava
pela gorjeta lavava com água e sabão, coro
alemão do doutor passava negrite com a mão,
recebia um real e dizia obrigado! Freguês pagava
um salgado e ficava me perguntando se eu tinha
família, onde eu morava, se eu tava estudando.
sem graça moço respondia todas as perguntas,
sempre pensando em ta ganhando uma boa
ajuda, o que nunca aconteceu naquela época, era
mais fácil ser bem ajudado batendo moeda, a pé
ou de bicicleta eu ia trabalhar, de diplomata eu ia
pro conselho tutelar, sempre fugia de lá, na rua
direto brigava, com quem batia e roubava dos
moleques da quebrada, quando ia a rodoviária
olhava os passageiros, indo destino a Brasília, São
Paulo, Bahia, Rio de Janeiro, olhando aquele
movimento vinha no meu pensamente uma idéia
de viajar pra algum lugar. Mais passei bons
momentos com meus companheiros, com muitos
aliados que por mim são chamados de guerreiros,
pois sofreram como eu, varias humilhações e
zombariam, trabalhando com fome, no bar sem
nome, na choperias, mais acredito que um dia
nos tratarão com dignidade, todos aqueles que
indignaram e humilharam os engraxates

REFRÃO: {SÓ, PODE CRER, SOFRI TANTO QUE EU PENSEI QUE IA MORRER} 4x

Guerreiros, Guerreiros os últimos serão os primeiros 7x





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Lindomar 3L





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form