Caminhando

Grupo: MC Coé
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Beirando a linha amarela
Correndo risco
É meu ofício
Sustentando meu vício

Respiro tinta
Então não minta
Respeite meu caminho mesmo que não sinta
A energia celeste

Mantendo a minha fé mesmo que você me teste
Anjo da guarda protege
Eu agradeço a proteção e peço que se manifeste

691 Expresso, é dia-a-dia
Bonde que carrega a caravana da alegria
E os covardes, agem na calada
Doido pra encontrar o bonde na madrugada

E eu não paro, mas peço que parem
Será que bateria assim, no coração de um Portinari
Artes são vendidas por milhares
Sonhos tratados como ilusão, não alimentam olhares

Refrão: (2x)
Cada aperto no birro
Cada aperto de mão
Amizade criada e muita disposição
Sensação de voar no céu dessa cidade
Inspirando o perigo, expirando a liberdade

O que é valorizado eu não valorizo
A cada missão completa feridas que cicatrizam
E o estresse, causado pela sua intolerância

Cada nome é uma criança morta pela arrogância
Mestre Splinter, santa tartaruga
Vou continuar no trilho até meu rosto criar ruga

Remédio contra esse sistema imundo
Da baixada no vagão vindo escoltando tudo
Realidade de vários malucos
Tu entende, isso é vida

Tinta como comida
Na marmita muito louca dessa profissão suicida
Da Central a Santa Cruz vidas que giram em torno
De todo processo lento do sistema

Refrão: (2x)
Cada aperto no birro
Cada aperto de mão
Amizade criada e muita disposição
Sensação de voar no céu dessa cidade
Inspirando o perigo, expirando a liberdade





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

MC Coé





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form