Inconstitucionalissimamente

Grupo: MV Bill
Álbum: Declaração de Guerra
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Olha quanta gente
Quem sofre com o castigo é inocente
Quem te representa é incompetente
Ou influente
Honestidade ta ausente
O que ta difícil é mais pra frente
Se errar comece novamente
Chapa quente, pega agente, inconsciente
Não vou pela cabeça de ninguém só na minha mente
Comeu poeira se oriente
Se for dar pra trás então serei seu oponente
Na guerra não lamente
Se amarelar não é valente
A pratica mostra quem é quem diariamente
Quem é que se vende
Quem quebra a corrente
Fica frente a frente com o dinheiro e fica impotente
Enxerga, objetivo raramente
Bebo na nascente
Saturno é meu astro regente
Não entendo como agente é dependente
Só temos ação contra o racismo anualmente
Aceitamos facilmente ser carente
Fica acomodado esperando o bote da serpente
Quem sabe ela também lhe dê presente
Marcelo Caron com bisturi e você como paciente
Reluzente, do rap um expoente
Amigo não é parente
Disposição suficiente
Se não tiver botando fé experimente
Defendo minha conduta como Deus defende um crente


Se ta fraco então aumente
A sede de alforria é urgente
Quem chegar até a superfície é emergente
De repente sente que a sua idéia é quente
Tenta enfraquecer sua alma pela mente
Alisa seu cabelo e bota lente
É tipo o cigarro vai matando lentamente
Provavelmente não será independente
Ventou pro lado errado agora vem peso agüente
Melhor ficar ciente
Pra não virar cachorro obediente
Se não vão dar comida na sua boca igual lactente
Te anestesiar como doente

Feito entorpecente, atraente
Pro lixo como absorvente
Quem manipula é inteligente
Grande contingente, não é preciso ser vidente
Nem se entregar covardemente
Se sua munição acabar troque o pente
Pra não pegar o atalho decadente
Resolvo minhas paradas pessoalmente
Guerreiro combatente, tiro intermitente
Quem for do bicho se apresente
Tem muito bundão infelizmente
Me lembro dos amigos vagamente
Quem apanha na cara é quem sente
Quem baixa a porrada tem a mente inconseqüente
Age quase sempre de forma imprudente
O herói prepotente não existe Clark Kent
Corpo alvejado é freqüente, seja resistente
Mazelas de uma sociedade decadente
Preto samba e depois pega no batente
Viaja pra Angola ao terminar do expediente
Vive com o pouco sabiamente
Nunca reclamou e ta sempre sorridente
Morre gradativamente
Como conseguem isso naturalmente
Vê a gloria do inimigo ascendente
A falta de atitude desses pretos é deprimente
Nem parecem que de um povo lutador são descendentes
Com a política descrente
Igualdade um sonho desistente
Procedente de um lugar que teve enchente
Convivente com gente que nasce em acidente
Malandro adolescente, municiando o ambiente
De Bin Laden um menor correspondente
Com ódio crescente
Com terrorismo conivente
Pouca idade e já tratado como experiente
Falcão não dorme se mostrando muito eficiente
E se tivesse um argumento convincente
Talvez se livraria das algemas de um tenente

Refrão :

Perigo eminente
Refugiado em outro continente
Boca fechada passa imagem de decente
Quem se rebelar é delinqüente
Em combate há muito tempo
Então respeite a minha patente
Ataque defendente
Mas respeito a minha patente





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

MV Bill





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form