Falando de Mim

Grupo: Omenin
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Aê gostaria de falar com o Zé Povinho aê?
Passa a ligação pra ele, tenho que trocar idéia com ele tá ligado, já que ele cuida tanto da minha vida, gostaria de falar um pouco com ele aê, solta o som aí e deixa rolar, depois a gente se acerta tá ligado.

Estou na rua caminhando de boa sem culpa olhando para a selva de concreto avisto desafetos
Querendo sempre estar por cima da carne seca
Humilhando os guerreiros de fé, por baixo do pé
Fazendo caretas te botando em tretas, vish mano eu tenho a minha receita
Zé povinho gosta de entrar em fita feia mas não gosta de estar com a aranha enrolado em sua teia
Te anseia, me ver com a cara no chão, mas eu controlo a minha vida eu que faço jhow!

Refrão:

Eu só sei que, estão falando de mim, estão falando sim!
Não me faço aqui, eu faço da minha vida o que eu quero pra mim!

Vezes e vezes a inveja cheia de sede
Alguém calculista na pista de olho na sua rede
Ver o que você pescou
Analisar a oportunidade que na sua vida entrou
Cuidado irmão olho gordo está por perto
Seguindo seus passos foco naquele que está quieto
A falsidade chega devagar, as amizades, trabalho, colegas, será?
Será que eu passeio em um rio cheio de piranhas?
Conheço a correnteza, mas qual é de quem ganha?
Bancar sorrisos sem satisfação não é comigo sou contra atitudes de cidadão padrão


Falando:

Eu acho que, o que ta faltando hoje em dia aí é uma ideologia pra cada um aí, a gente sai na rua aí, ta olhos para todos os lados aí to de saco cheio com isso, Zé povinho não sabe o que diz, e tudo mais né, mas eu tenho algo pra falar pra ele sim, ele sabe muito bem que eu sou inimigo dele e ele é inimigo de todos aqueles que tem sonhos ta ligado, então quero que você escute assim ó...


Saio de casa dar uma banda com os camaradas
naquela cidade que nunca tem nada
alêm disso olham para mim e ficam vigiando, sociedade em vista vive encomodando
eu não tenho dinheiro trabalho o dia inteiro
sobrevivo da esperança que se encontra em meu peito
não me julgue meu irmão me conheça até então para tirar uma conclusão e se encaixar nesse vagão...

(Risos)

Zé povinho só vai aprender á viver quando tiver respeito, to ligado véio...


O olhar e a face das pessoas que agem
Encomodando eternamente iludindo essa viajem porque
O maquinista aqui não curte boicotagem
E muito menos aquele que se vende á trambicagem
Malandragem sua vida é de passagem
Então vá devagar com a velocidade dentro dessa fraude
Porque senão você vai se afundar primeiro
Sem tendo a lógica e o espaço do tamanho do terreno
Estado medo vem, estado medo vai
Quem não se engana sim procurando sempre a paz
Estou ouvindo que estão falando de mim
Eu não me importo vivo agora não penso no fim

Refrão:

Eu só sei que, estão falando de mim, estão falando sim!
Não me faço aqui, eu faço da minha vida o que eu quero pra mim!

O que eu quero pra mim...





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Omenin





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form