Coração Negligente

Grupo: Ordem Própria
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Ordem Própria
Coração Negligente
(Part. Moisés A286)
" Obrigado pai por ser a voz dos que não falam,
A visão dos que não enchergam,
As pernas dos que não andam
A defesa dos que apanham,
E acima de tudo por calar os que criticam. "
Vô que vô respirar enquanto tenho tempo
Mostrar pra você como é que fala um sentimento
Uma noite rápida sem beijo, sem abraço
Orgasmo mau sucedido, fui gerado
Vi ovelha e cordeiro alvejando o lobo
Sobrevivi à queda de avião mais era um sonho
A pureza e a inocência de uma flor
Pra confortar a dor de joelho pro Senhor
O mesmo joelho que cresceu atrofiado
Com a boca que comeu no mesmo prato
Do mendigo, do rato, do animal de rua
Doente normal cê interna, eu cê captura
Amarrado com a mão que me agredia
No carro do CAPS psiquiatria
Se o assassino sair regenerou
Se você me ver na rua é porque escapou
Deficiente fisico mental sem querer eu era
Tereza de lençol prendendo a minha perna
Aquela era Tifanny grávida do Chuck
Bonequinha da Emília vestida de homem
Aplica aqui a seringa vê no que vô reagir
Se não mexer mais tô morto ou vô dormi
Amanhã cedo cê traz o diagnóstico
Pra tosse, infecção xarope, antibiótico
Assistente social nem passa por aqui
Agente de saúde tem nojo de mim
O crente disse quando dér ele vem e ora
Sua dó pra mim é kit de misericórdia
Na cadeira de roda muleta e calmante
Overdose de impactos feito no implante
Gardenal Diasepan no almoço e na janta
O castigo é espremer no olho a casca de laranja.
Refrão.: 2x
Estou aqui consequencia da tarja preta
Cobáia da injeção aplicada na veia
O manequim da camisa de força
Coração Negligente morto pela boca...
Qué dopar envenenar ferro quente e fivela
Aperta forte o pescoço vai que o coração bréca
Tô com dor tô com fome começo a gritar
Pessoas como eu não pode se comunicar
Parapan mó da hora perfeito de se ver
Quem mexe uma bola do olho que esporte vai fazer?
Vegeta 20 anos em cima da maca
Tem boca e pé pra escrever diz não pra Eutanásia
A Etiópia vive dentro das pessoas
Já viu um monte de osso olhando pela boca?
Na rampa pra subi carrinho de cachorro quente
Indiferença no olhar vai pra casa doente
Paralisia infantil, retardamento mental
Amputação até o tronco, Síndrome de Down
O preconceito é a pior condenação
Carrego na cova as costa sem o caixão
O que vai ser da moça que tem esse problema
Aidético engravidou, abortou na chave de fenda
Desse estuprador até o diabo duvida
A morte pede demissão Bin Laden desacredita
Obama acha que é o terror
Novidade se é o pai, o vô ou o pastor
Quem vai saber se ela não falar mesmo
Espermatozóide não tem voz nem aponta com o dedo
Tô na peça teatral da Esquizofrenia
Sou o rato branco na descoberta da pílula
Imagina depender de um copo de água
Só pra matar a sede no quarto do Saara
Dizem que eu supro os sentidos pois me falta o outro
Nem vô contar, não tem nada nesse corpo
Se eu morrer á três dias acham que eu tô desmaiado
Sem comer sem beber num quarto trancado.
Refrão.: 2x
Estou aqui consequencia da tarja preta
Cobáia da injeção aplicada na veia
O manequim da camisa de força
Coração Negligente morto pela boca...





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Ordem Própria





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form