Toca Na Cara.

Grupo: Pacificadores
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Seja o que deus quiser cadeia nove.
Fui de encontro com a sorte na cena dez mil reais.
No cofre ou na bura um par de algemas.
Eu indeciso entre a fome e a dor da cela.
Indeciso entre a grana e a morte de outro louco da favela.
Eu vi enjuriado sobre as ruas de terra.
Entre tijolos vermelhos e maderitt essa e a minha quebra.
Por cada dia que chora de canto e nego eu ja aprendi quem eu sou.
De pistola cruzando asfalto tomando de assalto.
A nessessidade falou mais alto vim do clã vietnã.
Brasil periferia escalado pra guerra por mais um dia.
De toca na cara muntado na balavolto pra casa.
Pensou inpondo a todos o nosso valor.
To aqui por amor leva a idade nego.
Mas quem não quer bancar um red laiblo pros parceiro.
De copo e tudo vi na porta do bau.
Os ladrão tudo brindando a vitoria criminosa.
Bem vido ao luxo e tudo nosso aciono toda essa porra.
Vou montar na bagaça nessa fita nem que eu morra.
Na selva que vive o leão não reina e se tromba.
Se não mata te põe na cadeia por que essa e a lombra .
Cigarro aceso pelo beco pensamento feito.
Dinheiro e so o que me interessa no momento.
refrão2x;
Toca na cara não exclui osentimento não.
Toca na cara não ameniza o sofrimento não.
O homen chora niguém pensa assim.
Agora e até o fim toca na cara.





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Pacificadores





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form