A Dama e O Vagabundo

Grupo: Quadrilha Sinfônica
Álbum: Do Velho ao Novo Testamento
Ouça o som:   tocar tocar tocar



A dama e o vagabundo mó buchicho

- Salve Saulo!
- E ai qual q é a fita?
- Na direta mo castelo ó meo querido!
- Mais então vagabundo oq q essa dama tem?

Vai sabá só sei que as outras não tem ela não è pra quem quer ela è mulher pra quem pode nossas idéias não batem são diferentes os robes ela se amara em rock curte musica pop. e eu me ligo no som black tipo rap e pagode nunca comi caviar ela nunca rot dog meus pano è do camelo uns dela
È tudo do shopping eu moro na favela ela mora no alfavile ela è chique e eu sou simples eu colo com uns mano ela cola com uns boy ela de carro do ano e eu di pião de caloi algum nos dividi tipo bem e o mau o sol rachando e eu aqui na capital ela curtindo lá no litoral o baile que eu curto è gratuito no fundo de quintal o role dela custa caro tem que ter uns real oq eu quero com ela, ela não quer comigo e o q ela deseja infelizmente eu não tenho
- É ruim em vagabundo essa dama só deve ta no seu veneno
- Cê da risada mais oq ela quiser eu também to querendo
Ela faz faculdade direito advocacia e eu já tirei uns dias vagabundo só falo na gíria
- então saulo será q c eu colar nessa dama ai vira?
- sei não cada um com seu castelo e vc com sua fantasia
Eu sou a rosa ela è o espinho
Doidão eu sou a água ela è o vinho eu sou o sol ela è a lua ela è careta e eu sou loucura c ele pudesse c o dinheiro desse c a dama quisesse seria ela teo amor vagabundo ela tem amor vagabundo
- alo mami to te ligando pra dizer q eu vou passar no estudio pra fazer umas fotos pra capa de uma revista e não em espera pra jantar não q eu ainda vou passar no shopping pra fazer umas comprinhas tah bom bj tchau
Os olhos dela são claros e o sorriso è belo bem ao contrario dos meus olhos vermelhos e o sorriso banguela
Ela è celebridade eu sou malandragem humildade vaidade não vira do mó debate imagina eu e ela a paz e a guerra juntos de mão dada de role na favela infelizmente eu nas vielas ela nas passarelas mó química loka qual que è dessa dama
-thais araujo,camila pitanga
Ela na fama eu na lama onde ela passa ela banca oi abre alas pra dama a multidão se levanta
-os cara esquece ate o futebol
O q não faz a fama nada a ver com meu role se vagabundo já sabe na favela è suspeito em bairro nobre è mó chave deselegante pra min queima meu filme com ela minha oportunidade se acabar numa cela por favor o destino não me da uma dessa ate meu jeito vagabundo eu mudo por ela me destaco da rapa volto pra escola de presa eu juro eu faço isso e muito mais só por ela psiu fiu-fiu não vou ser fora de moda me da uma deixa q eu te cantarei dessa forma
C ele pudesse c o dinheiro desse c a dama quisesse seria ela teo amorrrrrr vagabundo...





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Quadrilha Sinfônica





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form