Álbum de Fotografia

Grupo: Rivais
Álbum: Pra Quem Quiser
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Nem lembro tantos e quantos momentos estão guardados
Perdido no presente me encontro no passado
Um álbum de fotografia me traz vários momentos
Cada página uma estação da viagem pelo tempo
Uma par de parente, pivete que cresceu junto
Uns não chegaram à velhice muitos a ser adultos
Outros ainda tão aqui, por ai, sem saber
Sem são aquilo que queriam ser quando crescer
Olha eu pivetão, cabelão lá brincando
Descalço sem camisa e sujo, nem ligando
Com o carrinho de madeira que o meu pai me fez
Aqui eu tinha uns quatro anos, cinco, se pá seis
Veja o olhar sem maldade, o sorriso mais sincero
A imaginação que transformava areia em castelo
E o mundo bem melhor antes de várias lágrimas
Família reunida e feliz, próxima página
Abraço de pessoas que hoje nem se falam mais
A foto que eu mais gosto o casamento dos meus pais
Começo da história que ainda não acabou
Parece ontem né? Mais vinte e poucos anos se passou
Tipo um flash, da máquina que registrou a cena
Saudade bate e porta e chorar não é problema
Quantos caminhos pensei que um dia fosse trilhar
E quantos laços que eu pensei que não iriam desatar
Desataram com a traição, tipo apunhalada
Também lembro das falhas e uma par de mancadas dadas
Mas apagadas por momentos melhores
Um dia após o outro melhores, piores
São histórias que vem átona em qualquer hora do dia
Em que eu quiser viajar num álbum de fotografia.

Refrão:
Olhando um velho álbum de fotografia
Vejo, revejo, relembro minha vida
Momentos ruins e claro momentos bons
Emocionado e com lembranças no coração.

No quadro da parede sorrindo ou sério
Olhando pro infinito com um ar de mistério
Junto com alguém que já não tá do seu lado
Guardado com cartas em uma caixa de sapato
Nada mais que relíquias lembranças da antiga
De cenas que em forma de peças constroem a vida
Tanto no role na praia pra lembrar do litoral
De alguém que não fez bem ou de alguém especial
Momentos pra comparar ou pra confundir você
Emocionar o coração quando a mente esquecer
De uma fase que foi ruim, de outra que foi boa
Mas que nelas junto com você passaram outras pessoas
Momentos esses assim tipo daqueles lá
Que são esquecidos facilmente se não registrar
Mas registrados estarão guardados muito bem
E serão imortais pra sempre na vida de alguém
Momentos únicos que a vida te oferece
De alguns você se lembra de outros se esquece
Mas basta abrir o álbum guardado na estante
Que num instante o pensamento voa longe
E vai na velocidade mais veloz
E trás lembranças e saudades pra nós
Nos dando a oportunidade de relembrar
Vários momentos, momentos que jamais irão voltar
Momentos que marcaram e que foram importantes
Que ao mesmo tempo perto se encontram bem distantes
São histórias que vem átona em qualquer hora do dia
Em que eu quiser viajar num álbum de fotografia.

Refrão...

Olhando um velho álbum de fotografia
Lembrei da minha história lembrei da minha vida
Lembrei do meu passado no presente que segue
A vida passa o tempo voa e ninguém percebe
Lembrei de quando eu era só um molequinho
Bem molequinho e gostava de jogar bola
Da minha infância que foi feliz e divertida
De como a vida naquele tempo era bem da hora
Lembrei da molecada que cresceu comigo
Que bagunçava o dia inteiro sem parar
Nos tempos onde a paz era um infinito
Coisas do tipo que hoje só resta lembrar
Momentos daqueles tempos que não voltam mais
Dos tempos que com o tempo ficaram pra trás
Tipo aquela festa surpresa de aniversário
Com as pessoas que te amam do seu lado
Daquela foto que eu tirei brincando
Daqui eu sai sorrindo, daqui eu sai chorando
Daqui eu tirei com sono e com cara de assustado
E até daquela que eu sai de olho fechado
Ou de uma foto que só de ver a gente sente
Saudades de alguém que não está mais com a gente
E de repente num minuto faz você parar
Sorrir, ou simplesmente quem sabe chorar
Se recordar, se lembrar de alguém que sempre
Vai estar dentro do coração da gente
De alguém que foi alguém especial
Que será sempre pra você alguém imortal
Ou pra lembrar das minas da escola
Daqui eu ganhei um beijo, daqui eu ganhei um fora
Daquela que marcou mas marcou de verdade
E nunca mas eu trombei só fiquei na saudade
Momentos infinitos que significam
Parte de você, parte de uma vida
Histórias que vem átona em qualquer hora do dia
Em que eu quiser viajar num álbum de fotografia.

Refrão...





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Rivais





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form