Desde O Início

Grupo: Rivais
Álbum: Pra Quem Quiser
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Eu era só um moleque escutando rap nacional
Só mais um sonhando em ser o Mano Brown
Tempo bom, nove seis nove sete
Gravando as novidades nas ?fita? cassete
?Os black era balanço? som de maloqueiro
Era foda quem cantasse um rap inteiro
Eu comecei assim me lembro do início
E nas ondas sonoras encontrei o meu vício
E fui, no ritmo da rua jhow
Viajando nas levadas que hoje ?nóis chama de flow?
O rap é show pra nóis da hora
Moscão, pensa que eu tô chegando agora
Eu tava lá quando não tinha o youtube na tela
Só rádio pirata abastecendo as favelas
De som, Dinamite mile anos
Antes das minas curtia as rimas com os manos
Bombril na antena pra assistir o Yo
Só quem foi como fui, só quem é como eu sou
Sabe como é, bate o coração de emoção
Da primeira vez molecão de mike na mão
Inseguro, soando frio orei ao pai
Acho que a resposta foi: Solta a voz vagabundo vai!
Ali vi meu sonho nascer no rec
Vulto, Feio, Rivais mc?s e o rap
Cd de beat comprado na galeria
Muito amor sem grana nem tecnologia
Nos palcos de quermesse madrugada à dentro
Sem um real no bolso movido de sentimento
Era nóis, graças a Deus ainda é
Espalhando na palavra que a favela tá de pé
Realizei o sonho de cantar pro méia
Foda é não poder mais ver meu pai na plateia
Mas vamo que vamo que o som não pode parar
Vou fazer o morro cantar, pra ele escutar de lá
Valeu mãe graças à Deus eu sou feliz
Em saber que corações ouvem o que meu coração diz.


Parece até que foi ontem o primeiro show da minha vida
Ainda me lembro do frio na barriga
Eu molecão com o microfone na mão
Mandando a rima na maior satisfação
Dedicação, pra fazer cada vez melhor
Evolução, resultado de muito suor
Ainda me lembro da primeira vez
Que a gente cantou na quermesse da rua três
Foi muito louco ver a favela lá curtindo a rima
Todo mundo com a mão pra cima
Os manos e as minas, cantando o bagulho
Junto com a gente, fazendo barulho
Vagabundo, só de lembrar até arrepia
Hé! a gente pagava uns veneno mas se divertia
Hoje em dia, quando olho pra trás me sinto feliz
Por poder ter feito o que eu sempre quis
Várias vezes eu já pensei em parar
Mas sabia que esse aqui era meu lugar
E hoje eu posso dizer de cabeça erguida
O rap salvou a minha vida.





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Rivais





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form