O Livro

Grupo: Sabotage
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Hey, Hey, salve todas as favelas e quebradas desse imenso Brasil
Esse é o Livro, Ronald Rap, Sabotage, se liga aé
[Ronald]
Atráves dos tempo sugiu Ronald
Aliado Dos Pit Bull ( huuu )
E não dos Clone
Longe de patifaria, porque aqui não existe clone
( vishee)
Lá vem os homem, quem tem fragrante esconde
Eles querem de bacete, se você não tem
eles se burram monte, de longe tem neguinho
só fica dando look, e o que passa por aqui
blá, blá, blá, ti, ti, ti, zé polvinho
Fala de você e fala de mim
Me vê na função, com os loucos, e com os sãos
e altos se perguntam, ''qualé que é? desse negrão''
Nâo entede minha vida, mas sabe que pros manos é importante minha rima
Nas favelas, crianças cantando confirma,
Meus inimigos, não acredita, sabe porque?
Eu sinto pra você, na periferia eu sempre triei
nunca precisei entrar no trilho de ninguém, Amém
E sempre ouvi, servi, o desempenho depende de mim
Do autor ao escretor, eu não quero lhe causar a dor
O que acontece, é que não é viagem, e nem miragem
só muda o cenário, e os personagens
da periferia, três ponto três, do livro
estou na pagina 33
Observei, que pra muitos dedo mole nunca foi a solução
e pra alguns foi a razão
O deduro, na cidade do Pé junto. Esse é seu lucro
Mudam o livro precisa de 15 pm, pra poder ter o bom
Procedimento, O livro sou eu, precedimento é meus filhos
lá no Canão, Sabotage é o Livro, fica no trilho
A cultura, o Hip-Hop. sempre foi o compromisso
Não é viagem nem miragem pode crer
Chega mais
sabotage, é isso aé
Rap nacional é nós, só se não quizer, CHEGAR
Firma
[Sabotage]
É bem tio, diversas assistência eu vim, periferia ali,
não falta estopim, o Delatrim, assim
Então me escuta, porque não muda? Sem disputa
Bater de frente com o inimigo sim mas não com os trutas
Eu ja vi, diversos Shows
Tipo sião, alguém caiu
Depois os Pokémon, Se pega o ganço
te revista. Tipo Tocá, de touro
Sequestros milionários faz o jogo
Um jogo sujo aos tolos
Não sou o Pá, não vou me enlupar
Quem corre atráz, Trás! Mas quem não trás, Cai!
E quem não pode errar é nós, tio, só no sapatinho
Você me viu, só no sapatinho, pish, pish psiu
Quem tem men, lição jão, mas quase nunca teve algo
quem faz pergunta a tolo, tua
Dezembro pra janeiro, Jow
A luta começou, com ela as leis das ruas
Verdade, nua e crua
Sei no extremo, também temos que, os bons momentos
Meia rasgada, calça, tênis, a escola negro não vá
Se esquece, esforçe
Tente, se lembre escreve
Tente fazer sempre o que preste, tipo
Saber o que se faz, negro cresce
Quem tem dom de ler, percebe
Irmãos, para a independência de você melhor
A lei das ruas, é quem faz você entrar con
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Pode crer, sabotage, o que liga é ler, e escrever
Mas tem que não sabe, te o maior proceder
Aqui na periferia, varios José e Maria
Tipo aquele nego veio, lá da quebrada
Que deles nunca registraram falhas
Ele dizia que a mão negra, encima do papel branco
Tinha intimidade na caricatura,
Escrever poesias que falavam de sofrimentos
Dor amor, trairagem, e lealdade
è que a rua é a grande faculdade que nos ensina a viver
E o prodecer toma, a cada amanhecer
Ou o anoitecer, depende de você
como o seu livro irá escrever, ronald concorda com ele, pode crer
Aê mano, longe do Click, Cleck, os pé-de-beck
que gruda igual chilete
Andando desse jeito moro mano, o bom livro procede, Ronald Rap
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for
Igual broklin, muita paz, é um conforto
E pra rapa da quebrada, seja lá qual for





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Sabotage





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form