Saudades

Grupo: Safra de Guerreiros
Álbum: Juntandoaspeças
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Estou escrevendo esta carta
Aos prantos pois só deus sabe
O quanto dói no peito a dor
De não telo ao meu lado
Como era
Naqueles tempos antigos
Dois irmãos e o melhor de tudo
Dois amigos
Hoje eu sei como é difícil
Maldito sofrimento
Angustia que aperta o peito
Nesse momento
Lembro de nossas brincadeiras
Quando era criança
Bons tempos quando ainda
Mantinha-mos a esperança
De ser feliz e poder
Compartilhar uma história
Melhores momentos
Que ficam na nossa memória
Do seu sorriso no rosto
Sempre contente
Mas tudo terminou
Foi assim tão derrepente
Tiraram você de nós
Sem poder evitar
Em uma cela suja e distante
Onde não devia estar
Nossa mãe chora triste
Sempre ao lembrar
Do seu filho desde pequeno
Já saia para trabalhar
Era querido por todos
Sem malicia com ninguém
Um exemplo de pessoa
Um cidadão de bem
Quando lembro dos conselhos
Que sempre me dava
Me deu um aperto no peito
E as lagrimas só rolavam
Um irmão, um amigo
No qual eu sempre confiei
Deus te trará de volta pra nós
Isso é certo eu sei
Saber o valor de um abraço
De quem está do seu lado
Hoje eu sei quanto valeu
Do seu lado viver o passado
Sabe meu irmão
Eu tentei não chorar
Mas bateu saudade aqui no peito
Foi forte não deu pra aguentar
Mudei muito com o tempo
Graças a deus refletindo
Longe de você agora sinto
O mesmo que está sentindo

Somos sofredor
Mas pergunto será que eu mereço
A vida não é fácil
E agente paga o preço
Acredito na justiça divina
Não posso vacilar
Desculpe se dos olhos
Minha lagrima rolar

Agora pra aquele
Que não sabe a dor da saudade
Aquele que não valoriza
O valor da humildade
Pra mãe que chora e sofre
Diante de uma vela
A lagrima que rola
E mostra a dor passada por ela
Mas caminham
No momento e na decadência
Escute essa verdade além da lei da sobrevivência

Lembranças daqueles
Que estão em situação precária
Sofrem e se angustiam
Em misérias carcerárias
Tratados muitas vezes
Como se fossem animais
Pessoas que sofrem em celas
Por motivos banais
Sem poder estar ao lado
De quem sempre amou
Letras molhadas em cartas
Mais um coração que se quebrantou
Filhos, irmãos, amigos
Parentes e pais
Com a esperança de voltar
A um tempo que não volta jamais
Arrependimento sentimento
E a vontade
De sair de um pesadelo
E tornar o sonho realidade

Mas nem mesmo a distancia
Poderá nos separar
Caminhos marcados por destinos
Que vão se encontrar
Espero que receba minha carta
E sinta minha lagrima rolar
Seja onde for ou estiver
Eu nunca vou te abandonar .

Somos sofredor
Mas pergunto será que eu mereço
A vida não é fácil
E agente paga o preço
Acredito na justiça divina
Não posso vacilar
Desculpe se dos olhos
Minha lagrima rolar





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Safra de Guerreiros





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form