Anjos

Grupo: Shawlin
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Nós somos apenas anjos, mesmo que alguns sejam caidos, a maioria falidos
Depressivos e maniacos, num local que nao passa de paradisíaco eu lirico
Sempre querendo encontrar um tempero afrodisiaco pra possuir a vida em momentos criticos
Perdemos as asas e aureolas e a inocencia, na real perdemos a decência
Habilidade de viver em coexistencia com resistencia, anos invadindo a sua residencia com competencia
Seu filho em dependencia quimica levando a sua falencia
Negociações são intensas, tensas, perante crenças
Em pedidos de clemencia, deitados em nuvens de coerencia
Que apagam extremos de consciencias
Com varios se afirmam com toda demencia
Durante a tendencia, violencia, sanguinolencia (???) aparentes
Fabricando essencias, inconferencias sobre as atividades terrenas
Que proferem sentenças deixando milhares de centenas atras das grades
Em plena degradação misturando severas com amenas, e apenas dezenas saem dessa
Arena com alma e com olhar de atenas
Somos anjos ensurdecidos, tentando escutar os conselhos de deus que grita ensandecido
Com meu espirito poluido e recolhido no recinto de espinhos eu recito poemas que crio
Se o inferno é quente e o céu é frio, somos anjos imperfeitos em sentimentos vazios
Que riem da tristeza sem entender o motivo
Creemos em sermos seres evoluidos, desenvolvidos nos somos temidos seja la por quem for
Vemos que, demonios são inguais a nós, independente de classe ou de cor
Tambem sentem a dor espiritual, astral (???) seu grande amor
Um pedaço de si que o demonio gerou, criou e ai o (???) matou
Antes anjo e hoje horror, que o tão justo deus abandonou
Nós somos anjos, fazendo o que os anjos fazem
Separados de bom futuro e de cara com a trairagem
Somos anjos, fazendo o que os demonios fazem
Querendo chegar ao céu, com honra e diginidade
Vivemos em tempos em tempos atuais, aventuras epicas
Convivemos com anjos e deusas céticas
Na saude e na doença de nossas passagens medicas
Paraisos com vidas, infernais, freneticas, patéticas
O pobre diabos que ganharam asas plumadas, cadeiras estofadas
Com luxo em sua casa graça as asas que ganhou com penas roubadas
Desviadas de querubins, escolas sem nenhuma merenda agendada
Erga suas taças benzendo desgraças, com nectar de um deus com regras monetarias
Problematicas taticas que nao conseguiram com soluções magicas
Confusamente matematicas praticas apresentadas bastante plausiveis
Inverocimeis e esquematicas
Anjos, diabos, antes adorados e hoje odiados, caçados
Outros tão privilegiados quanto o proprio salafrario
Cujo lucifer nao é imaginario é um falso vigario
Estranhamente amigavel, lindas aureulas nos temos nesse lugar
Nenhuma delas nos faz adimirar que reclamar nao vai mudar o futuro que teremos que enfrentar
Palavras chaves desbravar, se arriscar e acumular
Experiencias boas e ruins pro nosso espirito se aperfeiçoar
Enquanto muitos cismam em tocar, soprar a corneta dos arcanjos
Pra ver anjos aos prantos aos pés de magnatas malignos vistos por santos
Seus mantos armanis, harpas soando e eles só lamentando pelos genes dos possuidos
Enquanto van goghs viram demonios porque hoje estão matando
Esse é o nosso céu, que ta mais pra inferno
Da plebe rude ao clero, de mendigos, ladroes de comida e assasinos formados com terno.
Nós somos anjos, fazendo o que os anjos fazem
Separados de bom futuro e de cara com a trairagem
Somos anjos, fazendo o que os demonios fazem
Querendo chegar ao céu, com honra e diginidade





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Shawlin





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form