Cova dos Leões

Grupo: Sistema Negro
Álbum: Renascendo das Cinzas
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Ai jão assim q é vou q vou sem da pé
aqui so os fraco q da ré
que foge da guerra
se esconde na sombra
que paga madeira pra naum ir a lona
eu não to nem vendo
Jesus tah comigo
Deus seja louvado abençõe seus filhos q são pelo certo
justo leal lado a lado na missão até o final
a terra eh fmz a gente q é monstro
que destrói o semelhante, cobiça o trono
tem uma pá de caracol cacique patrão
mas qdo a chapa esquenta vc vê q é pressão
na linha de frente, não tem nenhum deles
são incompetentes pq no ritmo treme
qdo galo canto eles nego mais de três
na tranca quem fico pago o que não fez
mais tá valendo vou refazer a lição
fica ligeiro com o anjo q reina aqui no mundão
que cola sopra promete a glória
se alimenta de ódio te arranca pra derrota
então que ser humano se eh bom ou mal
frio calculista ou sentimental
já não me surpreendo nessa caminhada
de onde se não espera eh q vem as facada

Refrão
A lei da selva nego, é feroz
no debate eu e Deus e uma pá contra nós
a vida é loka cruel e sangrenta
olha pra nós e veja a conseqüência

Decepcionado irmão
eu tô de luto pela confiança q o verme mato
piso piso como se fosse nada
a inveja mata corta que nem navalha
esses bico assim se aproxima devagar
jurando lealdade pra depois te derrubar
se aproveita da situação da boa fé
daqueles que divide o pão sabe como é
então é desse jeito é complicado
inimigo não declarado, caminha lado a lado
tah tudo errado embaçado, sem transparência
devorador pego no ponto fraco a dependência
agora vejo claramente, entendi o jogo
estou um passo a frente do mentiroso
tô preparado psicologicamente
sua grana as piranhas já não fazem mais a minha mente
soh vim buscar o que é meu e nada mais
sem tirar vantagem sem puxar ninguém pra tras
estilo arrogante na terra vejo vários
pique malandrão animal peito de aço
apavorando aterrorizando a vila
transformando o sussegado no loko que atira
senhor refrigera minha alma,
e meus pensamentos pra que eu não perca a calma

Refrão
A lei da selva nego, é feroz
no debate eu e Deus e uma pá contra nós
a vida é loka cruel e sangrenta
olha pra nós e veja a conseqüência

O ser humano eh tipo camaleão
conforme o ambiente ele sofre mutação
irmão é complicado lidar com cifrão
pra entender a reação soh tendo ele na mão
como se diz nao sou ninguém pra me envolve nos baratos
pois minha prata vale menos que seu cordão dourado
dinheiro ta acima da palavra faz errado virar certo
absorve os canalhas
foda transforma o amor em ódio amizade em rivalidade em um piscar de olhos
quem é quem em que posso confiar
quantos vão se jogar quando o chicote estralar
aqueles lá lado a lado te abandonaram
quando acabo a orgia com champanhe importado se jogaram
desertaram nunca mais colaram
te negaram quando seu nome perguntaram
os filhos de judas tão ao nosso redor
só enxerga quando tá sozinho na pior
isso sei de cor
truta veja bem
traição abandono vejo tambem
num dá num dá deixa eu respira
tentar me acalmar
pra não agir da forma que o sistema quer
na cova dus leões soh fika em pé quem eh

Refrão
A lei da selva nego é feroz
no debate eu e Deus e uma pá contra nós
a vida é loka cruel e sangrenta
olha pra nós e veja a conseqüência

Respiração batimento cardíaco acelerado
o clima é de tensão mais eu tou preparado
louco disposto o veneno eh soh o troco
sp afeganistão fabrica criminoso
emoção não me pega
vou pela razão
pensamento violento remédio coração
é certo pelo certo debate é necessário
braço gordo num tem, nem guerreiro camuflado
firmão no mundão
pra mim eh glória
pois viver numa cela já faz parte da nossa história
num to moscando eu sei qualé q eh num vo perde a linha zé
eu vou na fé
me distanciar dos meus inimigos
não vou menosprezar vacilar é perigo
de chapéu atolado iludido por um qualquer
nem me viu nem me liga
vou remar contra a maré
desejo materialista ativa,vaidade,inveja,ira,cobiça
ouro dollar mulher luxo poder
quantos mataram quantos morreram pra ter
o ser humano é monstro destrutivo,bomba relógio que destrói os amigos
na cova dos leão tem que ser domador
pra nao ser devorado pelos filhote morô

Refrão
A lei da selva nego é feroz
no debate eu e Deus e uma pá contra nós
a vida é loka cruel e sangrenta
olha pra nós e veja a conseqüência





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Sistema Negro





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form