Canto de Vitória

Grupo: Slim Rimografia
Álbum: Slim
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Esse é o canto da vitória!
Se quem canta os males espanta, irmão então se
levanta
diz o ditado que a gente colhe aquilo que planta
esse som é como a banda de chico buarque de holanda
anda, esquece o patrão no coração é você quem manda
quantos enriquecem,com seu suor dedicação e esforço
corrente escraviza e tanto faz, tornozelo ou pescoço
não quero sorriso no rosto e sim conhecimento na
mente
vencer o oponente sem gastar bala do pente
entende qui a cada bala disparada uma vida é perdida
e a cada bala perdida uma vida é parada
um corpo calçada, uma capsula caída
uma mãe angustiada, um numero pra estatistica
bibliotecas estão vazias e os presidios lotados
tiram os livros nos dão armas e deixam-nos
desinformados
quantos de onde vim são formados com curso superior
nunca foram parados por homens fardados pelo fardo da
sua cor
quem batucava o tambor recarrega o tambor
carrega nas mão o sangue do irmão que em vão tombo
na ilusão da vitória, alusão ao poder
vê o inimigo na casa ao lado e é parecido com você
um conselho! estamos puxando armas para o reflexo no
espelho
e aconselho que você não puxe o gatilho
pois, quem sorri é nosso adiversario
enquanto nos reunir, mais em velorios que em festas de
aniversario

refrão
Bada, ba dauê, bada uê bada da
Bada, ba dauê, bada uê bada da
Bada, ba dauê, bada uê bada da
Bada, ba dauê, bada uê bada da
daaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
Esse é o canto da vitória que sua alma liberta
sai desse canto agora e canta porq a vida é incerta
quebra as algemas da senzala no seu inconsciente
desperta
como spike lee faça a coisa certa
por que somos? minoria no congresso maioria nas favelas
somos! maioria nos presidios e minorias nas telas
liberdade só se revela quando o povo se rebela
só consigo me ver na tela da tv quando desligo ela
qntas mentiras bem rimas se parecem verdade
qntos morreram por cada quilate que hostenta sua
vaidade
dinheiro é necessidade não é vitória meu bem
vitória sera quando estampar um preto numa nota de
cem
alguns tem, outros não alguns, vem outros vão
pra mim são só maniquins que carregam um cordão
escravidão não acabou se sabe o que mudou?
temos nossas propria senzala bem longe da casa do
sinhô.
Coral 8x
Somente você pode se libertar
Refrão
Bada, ba dauê, bada uê bada da
Bada, ba dauê, bada uê bada da
Bada, ba dauê, bada uê bada da
Bada, ba dauê, bada uê bada da
daaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Slim Rimografia





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form