A Resistência Continua

Grupo: Snyper
Álbum: As Lágrimas Fortalecem
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Se respiro, sinal que ainda estou vivo
Guerreiro pacífico, discurso cortante e ativo
Treinado para a paz, pronto pra guerra
Fraquejou, se entregou, aê...vê se me erra

O moleque ainda anda descalço
Com mais e mais maus exemplos em seu encalço
O sistema lança o laço, vacilou, abraço,
Mas ele sobreviveu, pro desespero do sistema
Que já lapida sua algema

Mas estas não virão para os meus punhos
Não cheguei até aqui para ser fruto de testemunhos
A favela, tá se ligando, se informando
E você sistema, achando que estamos moscando

Tudo na vida tem um limite, menos pra suas as mágoas
Daquele que chora por dentro e sangra pelas lágrimas
Enquanto houver crianças jogadas na rua
A resistência continua

REFRÃO
Olho no horizonte e tento ver o fim
Guerreiros armados, frutos das ruas
Levante lute! A Resistência continua!
Olho no horizonte e não consigo ver o fim

A promoção veio cheia de desafios
Navalha afiada, trincando os fios
Mas ainda existem vários manos no corre por algo melhor
Ainda tem mano sonhando em largar o pó

Como morar no morro e não pedir socorro
Como largar a favela, se você é apaixonado por ela
É muito fácil negar sua raiz
Difícil é manter a paz que o pastor diz

Pra mim, pouca coisa mudou
Dor, revolta e a tristeza que gerou
Filosofia oriental na prece
Que pede pelo pai que infelizlimente padece

Até quando seremos material de prisão?
Até quando nos conformaremos com a humilhação?
Livre sua mãe de vê-lo em uma sepultura
Levante lute! A resistência continua.

REFRÃO

A chuva cai, tenta lavar o chão
Num lugar onde muitos e muitos sonhos se vão
Já tentei fugir desta guerra sem fim
Mas não consigo, sei muito bem quem precisa de mim

Prefiro continuar sonhando com um futuro
Me desprender desta cruel prisão sem muro
Luto por você mano, luto por você mina
Levante a cabeça, olhe pra cima

Seu cabelo, seu dialeto são motivos de orgulho
Não deixe o sistema te fazer acreditar que somos entulho
Ae boy, pra você é incoerente eu adentrando a faculdade ouvindo Facção
Pra mim, é minha flecha perfurando seu pulmão

Minha postura te incomoda, sou foda
Não sigo sua alienação, muito menos sua moda
Pode tentar, mas enquanto tiver filhos da periferia sem estrutura
A resistência continua





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Snyper





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form