Orfãos

Grupo: Snyper
Álbum: As Lágrimas Fortalecem
Ouça o som:   tocar tocar tocar



O milagre da vida, a flor que nasce e fortalece
Que te dará forças, o príncipe da sua prece
Desde moleque sonhava com este dia
Desde moleque imaginava como seria
Ter um pedaço de você correndo livremente atrás da bola no campo
Ter um herdeiro pra derrotar os males e trazer de volta o encanto
Você que sempre foi o durão, o gangsta, se sente em perigo
Como será ter que proteger sua cria do inimigo
A emoção de cada ultrassom é indescritível, incrível
O tempo parece uma eternidade, vê-lo saindo da maternidade
A justiça divina é incompreensível
Enquanto muitos não querem, gravidez e nasce bem
Depois jogam pras formigas comerem, amém
Vejo mães no farol com 2, 3, 4 e mais um na barriga
Sem condições de criá-los, intestinos com lombriga
Por que ao invés de permitir mais um nascimento em um África sofrida
Não deixou que meu campeão viesse e estancasse a ferida
Vários dias me sinto um rato em seu laboratório
Sem motivos pra viver com o coração cheio de tristeza e ódio
Não me comparo a ninguém, não sou melhor que você
Mas quem joga o próprio filho no rio merece morrer
Porque não pensa antes de abrir as pernas?
A função de um verdadeiro homem não é apenas injetar o esperma
Queria criar um orfanato para pais desolados
Um lugar onde cada um tivesse seu sonho de volta, recolocado
Mas cansei de pedir, de sonhar no noite de 24 de agosto
Foda-se que é seu aniversário, sente ae como é amargo o gosto
O sabor de um lágrima é como o mundo em pânico
Nada no mundo se compara a um pai enterrando um caixão branco
Ninei ele por uns poucos metros, não levei pro berço
Um buraco gelado, fundo, é isto que mereço? Firmeza, ta pago o preço
Jab, direto, cruzado, chute, gancho, nocaute
Campeão? Pra que, se perdi o principal combate
A lágrima seca, o coração empedra, se congela
Quando um guerreiro órfão adentra a capela

REFRÂO
Levante a cabeça e olhe para a cruz
A escuridão não apagará a energia que te conduz

Naquele dia atravessei a cidade inteira
Da Sul a Leste, conexão que derruba barreiras
Aos poucos foram chegando irmão por irmão
Mas teve um que me chamou muito a atenção
Três anos de idade, somente
Mas já tinha a revolução rap frisada em sua mente
O som rola, original rap nacional
E ele fazendo a levada como uma turnê internacional
Vi ali meu sonho, meu filho
Ao meu lado no palco, cheio de brilho
Mas quando abri aquela página na net
Puta dor no coração, fiquei inerte
Não pude acreditar naquele relato
Aquele moleque cheio de vida, talento nato
Mano Rogério, eu falo sério
Quase morri, foi por pouco
Aquela foto do meu irmãozinho ?Função Pobre Loko?
A filosofia diz que tinha que ser assim
Que tem um lugar especial para você e um pra mim
Pais e mães derramam lágrimas pelo filho desaparecido
Pais e mães lutam pra não verem seu filho alvejado como bandido
Minha mãe, um exemplo pra mim
Meu pai, meu herói, vai ser um guerreiro até o fim
Já enterraram dois frutos deste imenso amor
Mas mesmo assim vejo minha mãe alegre louvando ao Senhor
Sinto fraco, dizem que sou resistente
Tenho certeza, é herança da minha gente
À todos aqueles que perderam pessoas importantes
À todos aqueles que possuem uma foto sobre estante
Que a cada lembrança sangram o coração
Que buscam força em mais uma oração
Acreditem eles estão orgulhos a nos vigiar
Velando por mais um guerreiro órfão, com a lágrima a derramar

REFRÂO
Levante a cabeça e olhe para a cruz
A escuridão não apagará a energia que te conduz





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Snyper





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form