Rasgando O Verbo

Grupo: Spainy & Trutty
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Ah, Demorei mas cheguei quero o meu lugar
Cheguei pesado e invocado que é pra não voltar
Nego Trutty, usando e abusando da rima,
Sem trava na língua falo o que eu quero falar
Vou por pra fora tudo que ta me irritando,
Vou vomitar o que ta enjoando e pá
Doa quem doer, pegue em quem pegar
Mas dessa vez não vai ter boi

Refrão

Rasgar o verbo, eu vou rasgar o verbo
Click bum plau!
Vou rasgar...
Rasgar o verbo eu vou rasgar o verbo
Click bum plau!
Doa quem doer
Rasgar o verbo, eu vou rasgar o verbo
Click bum plau!
Doa a quem doer
Rasgar o verbo, eu vou rasgar o verbo
Doa a quem doer
Na minha quebrada tem mano dando mancada,
Viciando a molecada pra andar com a jipe importada
Cada um, cada um, não sou melhor que você
Porem assim esta errado ladrão
Você destrói o seu povo pra ele não dá socorro,
deixa um menino novo com a mão queimando no fogo
Fumaça e adrenalina, esquina flagrante ensina
Assim você desanima a firma!
E quando o bicho pega escorrega que nem vaselina,
Diz que não conhece a matéria prima,
E deixa os manos na dura, o doze na mão
Tipo patrão, igual chefão sem um tostão,
Que vacilação! Assim ta errado ladrão!
Sem demagogia eu não crítico o seu movimento,
Não quero parecer um negrinho nojento,
Mas ae patrão muda esse pensamento,
Ganha dinheiro com playba, injeta aqui dentro
Os pretinho daqui tem talento, mas é só lamento
É só tormento, é sofrimento!
Tinha um moleque que era bom na escola,
Fazia o que queria quando punha o pé na bola,
Drible igual do Pelé, gol igual do Mané,
Pois é né, no campo um lugar de destaque,
Aos quinze o garoto era um craque, aos dezesseis,
Saiu da escola já não joga bola,
conheceu a cola, conheceu o back, viciou no crack
Hoje ta todo zuado, ta magro, acabado,
Ainda só tem dezessete, mas é o craque do crack
Perto do negão das pipas, no ponto do 67,
É onde pega bituca do chão, se liga no meu recado patrão
Tem pai de família, que foi correria...
É, e lado a lado, um aliado,
Codinome Boca, que ta com bronca e
Se te encontra, velho!
Click Bum plau!

Refrão

Eu sou Spainy, e mando meu recado,
Eu rasgo o verbo, na batida e no compasso
Vamos dar um olé, na situação,
Fazer o gol, ser campeão!
Encha o peito e vamo rasgar o verbo bem alto
Vamos incomodar a nata, lá no planalto
É de lá que vem todas decisões, sujeiras absurdas
Eu acho que quando eles vão ao banheiro eles nem limpam a bunda
Deputado, prefeito e presidente,
Eles não tomam uma decisão mano, coerente
Eles falam que a criança é o futuro do Brasil,
Mas onde tá a solução para mortalidade infantil?
Onde está o centro de saúde aberto noite e dia?
Se for para falar difícil, eu também falo,
Abro o dicionário, faço um discurso só para otário,
Depois, subo no palanque num pano de pagodeiro,
Lógico, eles tão com sucesso no Brasil inteiro
Não deixe o sucesso acabar com sua inteligência,
Seu voto pode levar o Brasil a outra decadência,
Vamos lá irmão se fortaleça!
Mais munição para tua consciência,
Vem comigo acabar com tanta negligência,
Unindo a minha, a tua voz, rasgue o verbo
A voz da revolução, é nós!

Refrão

Quem é, é sabe o que eu vou falar
Sobre o pagode, como pode mano
Ta desandando, os manos tão deixando a desejar
Harmonia ruim, melodia ruim
Rima barata, poesia precária, letra nem se fala
Que falta faz o Cartola, o pagodeiro de agora,
Faz feio na quebrada, rebola, dança lambada, deixa mancada,
Vacila na idéia com a pivetada, a cabeça pintada, a boca borrada,
A calça agarrada, enfiada no meio da bunda,
Axé, hum! Click bum plau!
Comercial, coisa banal, é tudo igual, é sem moral e tal
Que bacanal, ta tipo salada sem sal,
Ta me doendo o ouvido, to me sentindo espremido irmão
Muita bunda pouco raciocínio, mas ae
Eu sigo a idéia de King, revolucionário, determinado,
Incansável, insaciável, imprevisível e imbatível
Parado só na bala, nada me abala,
Eu sou negrão, não sou negrinho,
Fica você com diminutivo de inho, vai, vai, vai
Seguindo seu caminhozinho
Por que eu já não to mais sozinho,
Não tenho uma multidão, mas tenho alguns manos
Que valem por um milhão,
Infelizmente, citar um por um, não dá, mas olha ae
Tem um que eu não posso deixar de falar,
O meu amigo Boca que ta com bronca e
Se te encontra velho! Click bum pau!

Refrão

Salve, salve, salve o mano JC
Vulgo torrada, voz ativa na quebrada
Pega a mulecada da um grau no coco
Faz uns tribau muito louco
...
Refrão





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Spainy & Trutty





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form