Sou Negro D+ Pra Você

Grupo: Thaide & DJ Hum
Álbum: Assim Caminha A Humanidade
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Irmão, irmã, assuma a sua mente
Eu sei que você é inteligente
Infelizmente tem uma par de judas por aí
Mesmo não querendo eles vão ter que me ouvir
Viver intensamente é o meu objetivo
Se sou feliz assim como sou, é porque tem motivo
Meu instinto guerreiro tá no sangue
Pra mim não basta apenas ter a cor predominante
Não, não tem como fugir daquilo que a gente é
Se aceite ou seja escravo pra sempre, se você quiser
Dentro do bus, uma vez, eu vou dizer pra vocês
Confesso, tive que contar até três pra não fazer besteira
Uma pretinha falava pra sua parceira:
Hiii! preto não namoro, nem por brincadeira
Tem também o idiota que saiu na revista
Dizendo que negra tá fora da sua lista
Demente, diz que quer a outra porque é mais inteligente
Mais uma ovelha branca prejudicando a gente
Sua atitude doente vai te levar à loucura
E seu castigo é ter pra sempre a pele escura
Tenho razão no que digo
Minha intenção é te ofender
Sai fora! sou negro demais pra você!
Refrão
Qual o motivo pra sentir tanta vergonha, negra?
Se vendeu e não quer admitir
Qual o motivo pra sentir tanta vergonha, negra?
Um erro difícil de corrigir
Qual o motivo pra sentir tanta vergonha, nêga?
Vou te perseguir o tempo inteiro
Qual o motivo pra sentir tanta vergonha, negro?
Seja escuro, mas seja escuro e verdadeiro
Paga um pau pros brancos, se acha pior que eles
Foi chamado de preto ladrão, quantas vezes?
Puxa-saco como é deve nem ligar pra isso
Acha normal usar elevador de serviço
Sou direto, mesmo não dando nome aos bois
Como a preta-branca que, se pudesse,
Morava dentro de um saco de pó de arroz
Pra ficar mais clara passa tanta maquiagem
Que, quando beija alguém, quase gruda a cara
Como não dá pra se livrar da cor preta que tem pelo corpo
Corre na loja mais próxima, compra um par de lentes, põe no olho
E investe fundo neles
Agora a negra se intitula morena dos olhos verdes
Eu apoio a miscigenação quando o amor é verdadeiro
Não como fazem muitos negros brasileiros
Ganham dinheiro e logo compram o kit-fama
Vem com carro importado, uma corrente de ouro
E uma loira em cima da cama
Pode se morder comigo, eu não ligo
Por esse puxão de orelha você tinha que me chamar de amigo
Tenho razão no que digo
Minha intenção e te ofender
Sai fora! sou negro demais pra você!
Refrão
Ei, ei, não ouviu? eu te chamei
Olhe pra mim. você que não se enxerga de tão branco que é, negro
Que falta de respeito, decepção, ser traído pelo próprio irmão
Você é muito fácil. quinze moedas te compram
O contrário de corajoso é medroso, covarde...
O certo seria cada um fazer a sua parte
Mas você me obriga a fazer a minha e a sua
Você é mais baixo que o nível da rua
Pernilongo, sanguessuga, é pior que inseto
Sinto cheiro de enxofre quando está por perto
Está sempre no mato, mas não é capitão
É excremento deixado por cachorro pelo chão
Vou pôr seu nome lá no meu terreiro
Sou macumbeiro, descendente de guerreiro afro-brasileiro
A pé, de carro, de buso, tomo geral dos home
Nem por isso estou por aí
Escondendo meu nome
Eu passo gingando, provoco desafio
Eu tenho orgulho profundo de ser assim tão vadio
Sou um neguinho baixinho, muito cabuloso
Eu como a carne toda e te faço roer o osso
Como vê, minha pessoa pode te comprometer
Sai fora!
Agora, você sabe por quê?
Preste atenção!
Eu sou negro demais pra você!
Refrão
"a todos os negros e negras que não se assumem
Prestem atenção no que eu vou dizer,
Isso é pra vocês!
A tonga da mironga do cabuletêêêêê!!!!"





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Thaide & DJ Hum





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form