Confidências de Uma Presidiária

Grupo: Visão de Rua
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Confidências de uma Presidiária

Dina Dee -----
Se liga não fique de fora dessa história
Estilo de vida ----- esquecida é foda
As condições do presideo são muito precárias
Confidências de uma presidiária
vamos ai se quer saber
praticar a paz não é tão fácil assim
vencer na vida muito menos não vale a pena se iludir
[de embalo que] parece ser fácil mas não é
a malandragem é foda nesta só entra quem quer
ainda jamais se vive num presidio onde revela
o lado negro da vida de fato sem saída
mais distante daqui domina a lei do mais forte
sendo primária até pode não ter a mesma sorte
uma lição de vida lamentável seu sofrimento
perseguição corrupção drogas espancamento
sendo o sistema de um presídio mais ou menos assim sei lá
não me parece tão fácil se acostumar
mas se você visse de perto essa realidade
não jogaria fora sua liber-da-de
enquanto aqui daria tudo pra ser livre por um só momento
nesta história uma mulher lhe servirá de exemplo

Me lembro perfeitamente como se fosse agora
o dia o mês e hora em que saí, pelo mundão afora
na esperança de ser, alguém se dar bem
embora não ter apoio de ninguém
talvez porque nem mesmo venha a conhecer seus pais
quando ser ----- deixar era bem criança mas
um orfanato foi a solução
onde viveu cresceu morou
enfim até uma certa idade na verdade
isto é passado e não vale a pena se lembrar
são marcas que talvez o tempo possa apagar
eu só espero ser forte o suficiente
para lutar sem medo seguir em frente enfim
ser uma mulher comum hoje em dia
só dependeria do apoio de alguém
que hoje menos se tem
a rejeição sobre ela era constante, me entende
pois nem sequer conseguia, um emprego um trampo decente
a esperança se acabava a cada dia
o caminho certo se fechava e cada vez mais se abria
as portas de um mundo que nada lhe oferecia
foi se acabando nas drogas, cada vez mais se via
foi na escola das ruas que se formou depressa
e aprendeu a praticar tudo aquilo que não presta
o diploma de malandragem ela já tinha em mãos
rapidamente passava a exercer sua profissão
que começava a se dar bem desde o primeiro momento
mas durou pouco
a casa caiu, com ela dentro
não teve como escapar nem se livrar do flagrante
se entregou
e no seu julgamento não teve chance
foi condenada no ato
podia ter evitado
mas revoltou-se contra a vida deixou tudo de lado
não quis saber mais de nada, essa foi sua falha
confidência de uma presidiária

confidências de uma presidiária
(viveu na detenção)
confidências de uma presidiária
(ninguém confia não)
confidências de uma presidiária
(viveu na detenção)
confidências de uma presidiária
(ninguém confia não)

tire vantagem da vida enquanto há tempo
mas se quer acabar como eu escolha como escolhi
siga, meus passos, foi assim que me dei mal um dia
em pouco tempo você vai me fazer compahia
agora em vista de muito essa visão não é nada realista
é claro pois não se lê em jornais, revista
por mais que assista não se vê (vê) algo parecido
esse é um lado da vida por muitos desconhecido
procure seguir a trilha de um futuro perfeito
por mais que seja difícil esse é o único jeito
pra se dar bem procure agir de maneira correta
dar os passos de um guia que vai por linhas certas
pois só existe dois caminhos em sua decisão
ou se ilumina na luz ou se apaga na escuridão
não é (só) você que pensa que nesta vai se dar bem
quero lembrar que muitos pensavam assim também
é como um jogo que de cara de se bem na primeira
pode ter sorte na segunda mas azar na terceira
essa jogada é com você, [trocida] ou para
saia com o pouco que tem, ou acaba sem nada
procure abrir os olhos para a realidade
use a palavra mais sabia, sabedoria
este é o guia
é sua própria consciência que lhe guiará
ele dara o ruma certo para sua vida
só o toque de uma jovem experiente
que sente na pele a dor de viver solitária
em uma cela vazia e fria revela parte de seus dias
confidência de uma presidiária

confidências de uma presidiária
(viveu na detenção)
confidências de uma presidiária
(ninguém confia não)
confidências de uma presidiária
(viveu na detenção)
confidências de uma presidiária
(ninguém confia não)





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Visão de Rua





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form