Pra Quem Desacreditou

Grupo: Visão Periférica
Álbum: Pra Quem Desacreditou
Ouça o som:   tocar tocar tocar



BIG

pra quem desacredito da minha pessoa se ferrou
eu sou um vulcao em faze de erupçao
é compaixao ilusao hora da oraçao
bigdu mano roi fazendo linha de frente é quente no pente a muniçao ta carregada
de verbos ideologia pra minutos apologia
ze povinho tem um monte em qualquer lugar
na sua rua no seu bairro
é ou nao é pode falar
esses vermes pesa a terra atrai o inimigo
pra dentro da sua goma fala mal do seu amigo
voce tem que te a cabeça e a mente fria
pra nao acredita em certas patifaria
voce na inocencia ganhando so a maldade entao ze povinho diz pra mim se nao é verdade
pra quem desacredito eu gigo nois ta firmao juntos na uniao rimando com devoçao
entao ze povinho fexa a boca e começa a escuta
se lembra dos ditado quem é voce pra julgar um reap venenoso pra todos os inimigos
a fe e grandiosa desse rapper sonhador que canta porque gosta pra aliviar a dor
a dor do passado do futuro ou do presente
que fica martelando todo dia a minha mente
cento numa cadeira pego um papel em branco
pego uma caneta e começo a escreve
nao dessista do seu sonho faça algo por voce
a fe e importante para tudo acontece
o salve ja ta dao do guerreiro lado a lado nao va desacredita de pensa
da forma de me expressa bigdu e mano roi chegando para fica
ninguem acreditava mais virou realidade deus é quem sabe hora pela humanidade
a fe no sonho é muito importante entao maloquero nao dessista nenhum instante
ninguem acreditava mais virou realidade deus e quem sabe e hora pela humanidade
a fe no sonho e muito importante
entao maloquero nao dessista nenhum instante

ninguem acreditava mais virou realidade
Deus é quem sabe e hora pela humanidade
a fé no sonho é muito importante
então maloquero não desista nengum instante
ROI

quem disse que acabo, tava engano
ai zé povinho pra voce fica calado
se liga na contage
do rap de alta voltage
pra sua falta de sorte V.P volto mais forte
tira o zóio cusão que eu to denovo na missão
pq eu sou guerreiro do rap com a fé inabalavel
carrego uma armadura no meu peito intocavel
andei sumido algum tempo
presta atenção cusão de vc não lamento
suas criticas já não vão me abalar
minha postura é a mesma ninguem vai me prejudica
não marca na minha reta que eu não vou ti perdoa
aqui não falta munição a 12 verbal tá engatilhada
o odia ta na agulha e anda comigo nessa caminhada
pra quem desacredito na sua cara hoje dou risada
não sou famoso não sou nóis não sou Jesus
mais pregaria meus inimigos 1 por 1 na cruz
agora tenta se passa por um bom samaritano
e esconde atras da biblia o livro de são sipriano
passei por cima de tudo feito um rolo compressor
meu dna é compactado com dor e rancor
enfrentei sozinho a fila de tank's
quase me perdi desandei num instante
a bomba ideologica já foi acionada
mano roi e big-du junto na caminhada
pra ver pra crer
pra todo arrombado aprende
que zé povinhagem aqui não cola
falcidade agora viro moda
então cusão vai gora o capeta
pq contra vc uso o papel e a caneta
não tenho a chagas de Crisato nem a cruz da cuscificação
mais tenho fé e a atitude de seguir com o VISÃO

ninguem acreditava mais virou realidade
Deus é quem sabe e hora pela humanidade
a fé no sonho é muito importante
então maloquero não desista nengum instante

(big,Roi)





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Visão Periférica





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form