Heranças da Senzala

Grupo: X-Barão
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Eu vou te explicar na real o que te falta
Dinheiro, um teto, emprego bom, claro que falta.
Dês do início tudo errado, um falho compromisso.
Da época do pau Brasil, ao massacre dos índios.
Lembranças do canavial me fazem hoje refletir
Na vitória da revolta de Palmares Zumbi
O que restou pra mim, a dor e o preconceito.
Claro que eu to sujeito a ser tirado por ser preto
Mas to vivão, nessa nova trajetória.
As marcas da escravidão ficaram na memória
Baseados em fatos verídicos eu rimo o amor
Luto pela quebra de algemas luto pela cor
Luto pela ração na qual me identifico
Quero saber por que soltaram Barrabaz e prenderam a Cristo
Como uma lágrima nos olhos de criança
Eu planto o amor pra colher à esperança
*A cena é o seguinte, plantar o amor pra colher.
A esperança, essa é nossa herança*.
X-Barão, o Resgatador.
Refrão:
Eu luto pela cor, e por paz e amor.
Só Cristo me liberta e me livra da dor
Eu tenho amor pela pretinha da favela
Que não julgaram bela pra ser empregada na novela
Não sou da família do negão com AK
Sem chances de aparecer na C & A
Descriminado, algemado, escoltado.
Sendo utilizado como pé pro golpe do estado
Sendo acusado pelo crime que a polícia forjou
Fui personagem do Terror na cela do doutor
Sou a resposta por toda promessa não cumprida
O tiro de fuzil que põem ponto final na vida
Um voto que pediu em troca de comida
Gerando assalto a carro forte em ato suicida
Não canto apologia ao ódio, Cristo é a verdade.
Que cura essa ferida na face da sociedade
Lutar por paz, justiça e liberdade.
No cemitério clandestino em qualquer canto da cidade
Refrão:
Eu luto pela cor, e por paz e amor.
Só Cristo me liberta e me livra da dor
No picadeiro o palhaço entra em cena
Roleta russa apostou na mega-sena.
Ganhou a dor e o rancor pra sua vida
Tornando-se escravo de suas mentiras
Pro nariz cocaína diluída em fermento
Baque na veia pra mudar os sentimentos
Quer diversão pra mudar sua mente
Pra você ser um mano diferente
É pagar de ladrão no seu espaço
Pode deixar que a segurança eu mesmo faço
Não vai tremer quando trombar alguém melhor que você
Na reta do dragão de aço o que você vai fazer
Um inocente a mais foi crucificado
E o Judas traidor se matou enforcado
O sonho de viver melhor no gueto foi pra vala
O que restou a herança da Senzala
* Como diz Marthin Luterking.
I have a DREAMS
Eu tive um sonho. Continue sonhando moro
Por que, sonhar não custa nada*.
Refrão:
Eu luto pela cor, e por paz e amor.
Só Cristo me liberta e me livra da dor





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

X-Barão





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form