2092, a Lei da Rua

Grupo: Xis
Álbum: Seja Como For
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Meu corpo não obedece Parece um pesadelo
Eu peço mas a mente não atende ao meu apelo
Eu sinto frio e muito medo tá tudo escuro
Eu estou preso e muito além do seu futuro
Visão nula Meu DEUS me ajuda!
O que é isso aqui que loucura
O desespero toma conta e fecha o cerco
Não pode ser verdade não o que eu vejo
Corpos e corpos meus manos congelados
A nata da criminalidade lá estáticos
Mano será que eu estou em outro plano
Em outra atmosfera na paz ou na guerra
Naquela espacial série da TV do capitão Kirk do Spock
Então cadê toda constelação de estrelas no céu? no espaço? Não há! então f*
2.092 é o ano Um século depois saca só passa um pano
Eu apelidado Xis prisioneiro
Sentença; a morte eterna no gelo
Agora interessa o passado a minha história
Eu quero explicação pra tudo isso faço a volta
Sigo os meus passos refaço a trajetória
O bem e o mal me vem na memória...
(Kid Nice) Atira nele eu disse nele vai
O dedo no gatilho bum uma manchete a mais
A solução de treta vai bem mais além
Foi hora mas talvez não a bola da vez
Todo fim possui o seu próprio começo
E como tudo tem seu preço o lance é delicado
Infelizmente só os fatos mostram a real
Aqui Campinas eu to ligado é embaçado
Preto branco não importa não existe lado
Sobreviver é a lei é o necessário
Continuar a respirar após os tiros que foram e vieram
pode ser considerado um breve espaço
Passo a passo rápido ou lento
A policia e os que restaram certamente irão fazer seu tempo
Mas e aqui? o céu ou o inferno?
I ai? a cadeia ou o cemitério?
Você decide o que fazer com seu destino
Sim ou não diz então escolha o seu caminho
Aqui Kid Nice diz vai pega fogo
Meu gelo derreteu olha ai eu aqui de novo...
(Hébano) Periferia Zona Sul é meu exemplo
É meu local coisa e tal mas eu entendo
Que e bicho pega e pega em qualquer lugar
Vacilo fico pequeno pode acreditar
Quantos já foram tantos que nem lembro mais
Pai preso filho solto plano eficaz
Nos separaram de tudo nos dividiram aos poucos
a ponto de matarmos uns aos outros
A solução de toda treta vai bem mais além
Eu to ligado pela rua foi que me eduquei
Não quero mal ao meu mano serei seu aliado
Aprendi a definir quem quero do meu lado
Eu presto atenção e tenho a noção do que sou
aonde estou pra onde vou sou
Um integrante de uma banca de respeito
Hébano Nubio sempre pretos
Não é difícil se ligar que um dia casa cai
E ai sangue bom lembra de mim ?
Vai..
Mas e a lei serve pra quem?
Só serve pra f* quem é pobre e mais ninguém!
Se é assim num é lei então num serve
Pode crê! disso eu sei mas o júri esquece
A balança da justiça qualé que é?
Só condena quem não tem um qualquer
Eu não tenho nada e pa comé queu fico?
Fica na moral fica esperto e não da motivo
Mas de roleio com meus mano sossegado?
Se tiver uma pa de preto vai toma enquadro
Que c* será que será sempre assim?!?
Eu sou só mais um na banca pobre de mim
O Consciência já falo é muita treta
Carandiru, Candelária, Diadema
Mi da mo raiva ai mi da mo raiva!
Me enquadro é o seguinte num devo nada
Do outro lado da muralha quanto tá o jogo?
Neurose 10 reabilitação 0
O que eu quero é muita paz e igualdade
Pa Vila Rica Savério e pa Cohab.





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Xis





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form