Sapo Na Banca

Grupo: Z'África Brasil
Álbum: [Desconhecido]
Ouça o som:   tocar tocar tocar



Sapo na banca só pôe bagana
E ainda come a ponta
Sapo na banca só pôe bagana
E ainda come a ponta
Nas selvas dos loucos cada um curti sua loucura
Bola mais um fogo na bomba essa é da pura
Quer dar uns dois, normal tudo bem então.
Só que tem maluco que desmerece, olho de thundera, sapão.
É ele é sapão, zoio de lula.
Como que é filho da puta. zóio de fura lupa
Idéia pra trocar todo sapo tem, e como tem.
O radar desce o morro, correndo pra serrar outra vez.
Aí rapaziada fitou vocês de longe no role da erva
Aí pensei vou fazer uma presa faz um tempo que não faço uma
Intera
A rapaziada vibrou, o sapo vai por um jorge na banca.
Solta a bola maradona, aí o otário me saca uma bagana.
Deixava a ponta, se acha o bamba e ainda paga de marginal.
Isso é idéia de safado, nóia de um real, eu sei, sapo é
Universal.
Pra dar uns dois no bob o cantor de lagoa se envolve
Cuidado maluco, sapo também explode.
Rato de mocó, dedo de cimento armado, cobra criada.
Atrasa lado come quieto, na sapolândia ele é rei não sai da
Aba.
E na cara de pau cola na banca de responsa, pra dar uns dois na
Bomba.
Ele é do tipo do sapo que cola na banca só põe bagana e ainda
Comi a ponta

Sapo na banca só poê bagana
E ainda comi a ponta
Sapo na banca só poê bagana
E ainda comi a ponta

Sapo na banca só põe bagana e ainda comi a ponta
Chego chegando me vulgo funk buia, sou negro velho.
To correndo de muvuca
Sapão, ele é sapão.
De miliduques baba ovo de ladrão
Zé mané, dificilmente faz uma presa, olhar de luneta.
Espécie não protegida pelo o ibama é bem pior que a peste,
Habita em todo o
Planeta, que treta.
O vampiro sangue suga chupin o deus dos sapos
E o vagabundo respirava fundo e dizia ai meu deus ta um cheiro
Danado
Dá mó barato to viajando/ ta um cheiro de mato queimado ta
Cheirando
Pode ser que eu esteja enganado, mais tem alguém mato queimando,
Ó a idéia.
Do fulano

Isso é cão de safado quando quer dar uns dois, se multiplica por
Dois e vira.
Um mágico, o mister m dos sapos otário.
E o bicho é tão safado que se explica
- é que ontem comprei uma bucha tomei mó bica, moro mano,
Mais ai não é desmerecendo não, você tem uma tripa.
Puta que o pariu, abraçou com as dez, falo sério pra vocês.
Sapo na banca só põe bagana e quer pular a vez
Que tipo estranho vê se manca
O sapo fuma, fuma e ainda come a ponta.

Sapo na banca só pôe bagana
E ainda come a ponta
Sapo na banca só pôe bagana
E ainda come a ponta

Fuma, fuma e sai feito um catobaia de galope.
Seu lóckstroke, sapeando com sua visão além do alcance uma outra
Banca e se.
Envolve/
O rei dos sapos ataca novamente
Hemp, bec, canabis, bomba, jorge o importante é a fumaça na
Mente.
Se o tuim te bate pesa um flake vício escravo da nóia
Atrasando o lado da maloca, mudando o ciclo da história.
O mundo é o éden das loucuras o robô humano se prolifera
Alerta, alerta os sapos estão invadindo a terra.
Século vinte e um a idade da pedra e das discussões
Fica a idéia no ar, se leonardo da vinte porque eu não posso dar
Dois.
Minha opinião é essa e assim me livro dos sapos
Vou apertar, mas não vou acender agora, quero ter certeza que
Pelo o radar.
Não vou ser detectado
O senhor dos sapos, o feiticeiro em sapologia.
Prós graduados em tomar laia, o darão chefe mestre das tripas.
O excelentíssimo bacharel das baganas o sapo todo poderoso
E o cara dura ainda me diz, mano eu tô bem louco.
Presta atenção todo sapo é mentiroso
Se todo mundo faz uma intera, ele diz que não tem e esconde uma
Tripa no.
Bolso/
Que sapo cabuloso, não dá uma idéia de responsa e ainda
Desmerece a banca/.
O sapo fuma, fuma e ainda come a ponta.

Sapo na banca só pôe bagana
E ainda come a ponta
Sapo na banca só pôe bagana
E ainda come a ponta





Tem erros na letra? Clique aqui para corrigir


Esse video não é dessa música? Clique aqui para nos informar

Veja mais letras e videos de

Z'África Brasil





Publicidade



Rap Nacional? Tá no lugar certo! © 2011 Rap Na Veia. Design originalmente por: spyka webmaster (www.spyka.net) XHTML e CSS validados

Feedback Form